In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2016

Governo mais que duplica adicional do IMI

  • PDF

O adicional do IMI passa a ser cobrado a partir de 600 mil euros a uma taxa de 0,7% em vez dos 0,3% propostos inicialmente. A partir de um milhão de euros, taxa passa a ser de 1%.

O Governo vai mexer no novo adicional do IMI, ou o chamado "imposto Mortágua" e aumentá-lo para 0,7% a partir de 600 mil euros de património imobiliário habitacional. Além disso, a taxa passa a ser progressiva, tal como o PÚBLICO tinha avançado na edição desta sexta-feira.

O aumento surge para compensar a retirada de todos os prédios comerciais e empresariais do novo adicional, este é cobrado exclusivamente para património habitacional. Assim, explicou esta tarde Carlos César em conferência de imprensa, o adicional ao IMI será aplicado "a uma taxa de 0,7% ao património imobiliário com valor tributário entre os 600 mil e um milhão de euros". A partir de um milhão de euros, a taxa passa a ser de 1%.

Tal como o PÚBLICO avançava, as offshores retomam a tributação antiga. Os prédios em território nacional detidos por empresas offshore passam a ser tributados a 7,5%, para o valor acima dos 600 mil euros.

Na proposta do Orçamento, estava previsto um adicional do IMI cobrado a uma taxa de 0,3% para património imobiliário acima de 600 mil euros. Tal como estava, seria aplicado a prédios habitacionais e para actividades económicas, com a excepção dos prédios para a actividade produtiva (fábricas e industriais) e prédios urbanos licenciados para a actividade turística.

De fora ficavam também os imóveis directamente afectos ao funcionamento das empresas de áreas agrícola, industrial ou comercial. No entanto, esta regra não se aplicava quando o activo é composto em mais de metade por imóveis não afectos a estas actividades. Agora, todos os prédios comerciais e de serviços saem do adicional e este aplica-se apenas aos habitacionais.

Liliana Valente e Sofia Rodrigues | Público | 18-11-2016

Comentários (1)


Exibir/Esconder comentários
...
Investir? Lamento, só fora deste miserável rectângulo que de país só tem o nome para dar jobs aos boys, alimentar políticos, vigaristas, corruptos, bancos, seguradoras e afins.
Coutinho , 19 Novembro 2016 - 12:34:51 hr.

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

InVerbis 2017 Com o termo do ano de 2016, cessaram as publicações de conteúdos nesta Revista Digital de 2016.Para acede...

O Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ) avançou com uma providência cautelar no Tribunal Administrativo de Círculo ...

O Presidente da República afirmou esta quarta-feira em Coimbra que o sistema de justiça "é um problema", considerando qu...

Procuradores temem transferências sem consentimento que colocam em causa os princípios de estabilidade e inamovibilidade...

Últimos comentários

Tradução automática

Atualidade Sistema Político Governo mais que duplica adicional do IMI

© InVerbis | Revista Digital | 2016.

Arquivos

Sítios do Portal Verbo Jurídico