In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2014

Ética?

  • PDF

Diamantino Pereira - Quando a um arguido é aplicada uma das medidas de coação e este diz que não sabe os crimes pelos quais está indiciado, não pode falar verdade. Todas as medidas de coação,promovidas por um procurador, são decididas e fundamentadas pelo juiz. Pode-se ou não concordar com os pressupostos dessa medida de coação. Tudo o mais é ruído! Mais grave é a 'justiça pro tabloide'.

Apesar da impressão digital, continua impune o alimento da tabolonagem com matéria sujeita a segredo de justiça. Esses órgãos de informação sabem que o crime dos outros bem os compensa, enquanto os violadores do segredo ou vão alimentando o seu ego megalómano, ou vão vendendo as suas teses. Quando na Procuradoria entraram novos inquilinos, ainda criaram a esperança de que estas velhacarias iriam acabar, mas foi mais uma promessa.

O crime vai assim sendo utilizado de bica aberta na bandeja aos leitores. Esses violadores do segredo pensam estar resguardados pelos 'favores interesseiros', quando na verdade o animal morderá a mão de quem lhe deu de comer.

Aí, saciada a fome da besta, será tarde para amansá-la, porque vai sempre querer mais, até um dia!

Diamantino Pereira | Correio da Manhã | 06-12-2014

Comentários (3)


Exibir/Esconder comentários
...

Há fuga de informação para os dois lados, ou alguém pensa que foi por acaso que o ex-PGR Pinto Monteiro e Sócrates almoçaram no Hotel Avis, três dias antes de ele ser detido?
O segredo de justiça só tem razão de ser enquanto interesse aos órgãos de investigação mantê-lo. A partir daí a lei da mordaça é uma protecção injustificável, que só serve para a banditagem com poder para controlar o aparelho de Estado escapar ao julgamento da sociedade, porque da fuga ao julgamento da Justiça tratam eles bem.
Bem haja Juiz Carlos Alexandre por dizer “não”.
Maria do Ó , 06 Dezembro 2014 - 12:58:27 hr.
bem dito
Tem o articulista integral razão no diagnóstico e no prognostico. O que falta saber é se está mesmo a haver violação do segredo de justiça, isto é, se são agentes do sistema a fornecer as informações que vêm sendo divulgadas... Isso só saberemos quando for deduzida a acusação. É isso estará para breve. Não tem sentido que assim não seja!
J. Sereno , 06 Dezembro 2014 - 23:44:05 hr.
...
Maria do Ó, o sr Sócrates e o ex PGR só falaram de livros. Calhou ser poucos dias antes daquelçe ser detido, mas também conheço um senhor que acertou no euromilhões... e o pai Natal chegará no Natal, continuo a acreditar.
Sun Tzu , 07 Dezembro 2014 - 15:13:01 hr.

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

Com o termo do ano de 2014, cessaram as publicações de conteúdos nesta Revista Digital de 2014.Para aceder aos conteúdos...


O número de funcionários judiciais diminuiu 9,9 por cento em seis anos, enquanto os magistrados do Ministério Público au...

A partir de 1 de janeiro, os médicos vão recuperar os 20% tirados ao pagamento do trabalho extraordinário. ...

Últimos comentários

Opinião Artigos de Opinião Ética?

© InVerbis | Revista Digital | 2014.

Sítios do Portal Verbo Jurídico