In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2014

Guardas prisionais iniciam greve

  • PDF

Os guardas prisionais iniciam hoje uma greve aos turnos da noite e fins de semana, contra a "falta de resposta" do Ministério da Justiça a reivindicações laborais como o pagamento do subsídio de turno.

A paralisação, que se prolonga até 06 de junho, é convocada pelo Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional, realizando-se entre as 19:00 e as 08:00, durante a semana, e ao longo de 24 horas, aos fins de semana.

Segundo o sindicato, a greve irá afetar as visitas aos reclusos durante os fins de semana, além das várias diligências que são feitas durante a noite.

Em causa, para o mesmo sindicato, está a integração dos guardas prisionais nas novas tabelas remuneratórias, a fusão dos dois suplementos no vencimento, o pagamento do subsídio de turno, as escalas de serviço e a consideração do exercício da profissão como sendo de risco e de desgaste rápido.

De acordo com o presidente do Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional, Jorge Alves, a inclusão nas novas tabelas remuneratórias e o pagamento do subsídio de turno estão previstos no estatuto profissional dos guardas prisionais, em vigor desde fevereiro.

Jorge Alves adiantou à agência Lusa que os guardas prisionais querem que a profissão seja considerada de risco e de desgaste rápido, devido à rotatividade dos serviços e ao aumento do número de reclusos, que, disse, são cada vez mais jovens e violentos.

Jornal de Notícias | 18-04-2014

Comentários (0)


Exibir/Esconder comentários

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

Com o termo do ano de 2014, cessaram as publicações de conteúdos nesta Revista Digital de 2014.Para aceder aos conteúdos...


O número de funcionários judiciais diminuiu 9,9 por cento em seis anos, enquanto os magistrados do Ministério Público au...

A partir de 1 de janeiro, os médicos vão recuperar os 20% tirados ao pagamento do trabalho extraordinário. ...

Últimos comentários

Forense Agentes Públicos Órgãos Polícia Criminal Guardas prisionais iniciam greve

© InVerbis | Revista Digital | 2014.

Sítios do Portal Verbo Jurídico