In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2014

José Sócrates quebra o silêncio em comunicado

  • PDF

O advogado de José Sócrates, João Araújo, enviou um comunicado ditado pelo ex-primeiro-ministro às redações da rádio TSF e do jornal Público. O antigo chefe de Governo considera que as acusações que lhe são imputadas são "absurdas, injustas e infundamentadas". O ex-governante diz ainda que a prisão preventiva é "injustificada e constitui uma humilhação gratuita".

Leia o comunicado de José Sócrates na íntegra

"Em 26 de Novembro de 2014.

Há cinco dias "fora do mundo", tomo agora consciência de que, como é habitual, as imputações e as "circunstâncias" devidamente selecionadas contra mim pela acusação ocupam os jornais e as televisões. Essas "fugas" de informação são crime. Contra a Justiça, é certo; mas também contra mim.

Não espero que os jornais, a quem elas aproveitam e ocupam, denunciem o crime e o quanto ele põe em causa os ditames da lealdade processual e os princípios do processo justo.

Por isso, será em legítima defesa que irei, conforme for entendendo, desmentir as falsidades lançadas sobre mim e responsabilizar os que as engendraram.

A minha detenção para interrogatório foi um abuso e o espetáculo montado em torno dela uma infâmia; as imputações que me são dirigidas são absurdas, injustas e infundamentadas; a decisão de me colocar em prisão preventiva é injustificada e constitui uma humilhação gratuita.

Aqui está toda uma lição de vida: aqui está o verdadeiro poder - de prender e de libertar. Mas, em contrapartida, não raro a prepotência atraiçoa o prepotente.

Defender-me-ei com as armas do Estado de Direito - são as únicas em que acredito. Este é um caso da Justiça e é com a Justiça Democrática que será resolvido.

Não tenho dúvidas que este caso tem também contornos políticos e sensibilizam-me as manifestações de solidariedade de tantos camaradas e amigos. Mas quero o que for político à margem deste debate. Este processo é comigo e só comigo. Qualquer envolvimento do Partido Socialista só me prejudicaria, prejudicaria o Partido e prejudicaria a Democracia.

Este processo só agora começou.

Évora, 26 de Novembro de 2014
José Sócrates".

Correio da Manhã | 27-11-2014

Comentários (18)


Exibir/Esconder comentários
...
Afinal, o Procurador Rosário e o Juiz Alexandre enganaram-se. Sócrates consegue perturbar o inquérito quer estivesse com pulseira como em prisão preventiva. Talvez seja melhor mudar a medida porque pelo menos com pulseira é ele que passa a pagar a electricidade, a água, a alimentação e a limpeza. É que sustentar presos fica muito caro aos contribuintes!
Benavente , 27 Novembro 2014 - 00:06:36 hr.
...
José, na Porta da Loja, põe os pontos nos ii. Ele não deve importar-se de ser aqui citado (http://portadaloja.blogspot.pt...-para.html)

"Para provar que realmente o recluso 44 é mesmo especial e diferente do corrente, amanhã o jornal Público traz uma carta que o mesmo lhe enviou. Por interposta pessoa, naturalmente. E não seria de estranhar que essa pessoa fosse a visita de hoje, dia em que nem havia visitas para os outros presos, embora segundo o jornal a carta seja apócrifa e escrita a mando do recluso 44.

"Isto é um caso político", disse o visitante, patético na sua expressão que envergonha o país que somos. "Até agora ele devia ter sido primeiro julgado", disse também o patético. E até mandou um recado para o juizz de instrução. "Eu também sou jurista", disse, disparatando um conselho sobre um julgamento que já devia ter sido feito.

Quanto ao recluso 44 é fantástico o que se passa no EP de Évora. A partir daqui o melhor é repristinar o comentário de Domingo na RTP e deixá-lo defender-se pela tv. Esta da carta ao Público não é muito diferente...

Pelos vistos o recluso 44 diz que vai defender-se com as armas do Estado de Direito. Vê-se...a mulher do advogado que agora divulgou a carta apócrifa, já se deu ao luxo de comentar o interrogatório efectuado em segredo de justiça, num tweet qualquer que entretanto apagou.
Isto está bonito e parece que ninguém põe cobro a este despautério em que o recluso 44 se "defende com as armas do Estado de Direito"...ridicularizando o mesmo Estado de Direito.
Resta saber se esta estratégia do recluso 44 é a melhor, mas isto soa-me demasiado a Vale e Azevedo.
É evidente que o MºPº tem que dar o máximo no esforço investigatório para mostrar ao recluso 44 que não adianta muito esbracejar quando se está em areias movediças.

Para já, impõe-se uma visita formal ao bijan de Los Angeles, no Rodeo Drive. Para saber quem colocou na montra do estabelecimento esta vergonha nacional...e quem a pagou. "
Raiser , 27 Novembro 2014 - 00:14:58 hr.
...
Alguém que saiba alguma coisa de direito pode esclarecer se um cidadão preso preventivamente pode passar pelo seu advogado comunicados de imprensa? Não é para evitar essa perturbação que está em prisão preventiva? E não há nenhum artigo no estatuto da ordem dos advogados que impeça esta atuação? Os órgãos da Ordem dos Advogados estão acordados ou só atuam contra os advogados de província que não são mandatários de cidadãos que afinal são mais iguais do que outros? É só para saber, obrigado.
??? , 27 Novembro 2014 - 00:40:08 hr.
Ao ??? o mote
foi dado por alguém ligado ao conhecimento da investigação - MP, juiz, funcionário, polícias - que levou ao circo mediático de 6ª. feira e anteriormente na revista Visão, de Junho.

Como é que a Felícia Cabrita 2 horas antes dava a informação sobre a detenção de Sócrates antes dos outros órgãos de comunicação social e a seguir o CM?

A presunção de inocência é aplicada a todos os cidadãos, sem excepção.

Mas o julgamento público, antecipado, de alguns da comunicação social e outros comentadores lincharam a imagem e reputação do visado, a nível nacional e internacional, que por ser um ex-primeiro-ministro tem responsabilidade acrescida de informar o povo.

Se são apenas questões fiscais - fraude fiscal qualificada (e não crime de corrupção logo não há branqueamento de capitais) porque lhe foi aplicada a prisão preventiva e não também ao Ricardo Salgado?

E os do visto Gold a descansarem em casa enquanto prejudicaram ainda mais a imagem do Estado?

Não tenho dúvidas de que Sócrates só está em prisão preventiva por ser, isso mesmo, o Sócrates.

Sou apartidário. Só me interessam os princípios e regras de um Estado de Direito constitucional e penalmente garantidos.
... , 27 Novembro 2014 - 05:30:39 hr.
...
Acha que a Ordem dos Advogados, rectius Conselhos de deontologia, se metem nisso? Eles, os Conselheiros da Ordem, perseguem os inimigos e defendem os amigos.
Silva , 27 Novembro 2014 - 06:52:05 hr.
o segredo de justiça durante a estadia gratuita na prisão de Évora.
os totós megalómanos da era neoliberal e da terceira via ainda não perceberam que o palco da justiça é muito diferente do da politiquice.
este rapaz ex-PM, reeleito em 2009, sem profissão conhecida e com pouca formação, ainda pensa que isto agora vai com palavreado e com jogadas rascas e palavras cujo significado ético ele parece desconhecer. isto já não vai com truques e palavreado.
o m.p. mudou, pois agora é um órgão real de justiça e eficiente para todos.
o tempo calmo e calminho de cunha rodrigues e Cândida almeida acabou .
p.s. uma nota final para dizer que não sou daqueles que suspeita que foi o pessoal afeto a José Sócrates que avisou as tv para estarem no aeroporto, com o objetivo de poder se fazer de vitima e de depois poder violar o segredo de justiça do primeiro interrogatório e o segredo de justiça durante a estadia gratuita na prisão de Évora.
aiai , 27 Novembro 2014 - 06:59:52 hr.
Ao ??? o mote
Ao ??? o mote

-isto agora já não vai lá assim. a era do palavreado fácil, vazio e enganador acabou na justiça criminal, porque o país está quase maduro na sua democracia.
-a presunção da inocência não tem nada a ver com isto. se for estudar, verá que é assim.
-discordo que se pense que quem anda a violar o inútil segredo de justiça é o pessoal afeto a José Sócrates, mesmo já no aeroporto.
-este desempregado com pouca ou falsa formação académica, que governou o país de 2005 a 2011, ainda não percebeu que o assunto é mesmo sério, que o que vale é o código do processo penal e que está a lidar com gente séria, formada e empregada nas áreas da justiça.
aiai , 27 Novembro 2014 - 07:05:33 hr.
...
Ao ...., essa treta da detenção e da violação do segredo de justiça do interior é uma treta e uma mentira.

Não há filmagens da detenção de Sócrates nem havia televisões presentes. Ninguém viu imagens da detenção do cidadão José Socrates, pela simples razão de que, quando foi detido não estavam presentes órgãos de comunicação social. Nem sequer há imagens dele. O que há é uma imagem do exterior do aeroporto, a preto e branco, provavelmente tirada de um telemóvel , em que se vê um carro a passar.

Depois, até sexta-feira à noite, não se sabia de nada. Já havia detidos na quinta-feira e nesse dia NADA. Mas na sexta-feira DEPOIS da detenção do dito cujo é que começaram as "revelações". Isto, sim, muito estranho.
Ah? , 27 Novembro 2014 - 07:08:35 hr.
...
O assunto não é sério porque não temos leis sérias que criminalizem o que este senhor supostamente andou a fazer. Agora, fora do supostamente, porque é do conhecimento público: este senhor ficou rico.

Não é só este, mas é o que se tem agora.

Agora da prisão preventiva, gostei. E gostava na mesma se fosse manifestamente desproporcional e sem qualquer tipo de fundamento.

Quando governam enganam-se muito, cometem muitos erros, porque raio a justiça também não podia errar ( se fosse o caso)? Era só o que faltava.

Na falta de mecanismos da sociedade para combater este flagelo, ao menos que ande pelos tribunais e em prisão preventiva. Faz-lhe bem. Quanto mais tempo, melhor.

mns , 27 Novembro 2014 - 07:20:56 hr.
...
Depois das declarações prestadas à saída do Estabelecimento Prisional de Évora onde se encontra detido o ex-primeiro-ministro, Mário Soares voltou a falar à comunicação social. À jornalista Constança Cunha e Sá, da TVI, o ex-chefe de Estado respondeu que José Sócrates é vítima na forma como está a ser tratado: “Então acha que um antigo ministro é agarrado por polícias? Vão a casa buscar-lhe os papéis (…) Fazer toda a espécie de tropelias. Põem-no a viver como se fosse um cão, aqui, ali, acolá”. Referiu ainda que a polícia e “os que mandam na polícia” estão a tratá-lo mal.

Soares não conhece a Constituição porque senão nunca diria as enormidades que anda a dizer e com entrevistas garantidas nas tv´s

Artigo 13.º
Princípio da igualdade
1. Todos os cidadãos têm a mesma dignidade social e são iguais perante a lei.

Para Mário Soares há os cidadãos correntes e depois os especiais, tal como o bacalhau. Para o jornalismo que temos, tipo Constança, isso basta.
Era bom que estas palavras patéticas do antigo presidente da República fossem publicitadas em França, por exemplo
envergonhado , 27 Novembro 2014 - 07:34:15 hr.
...
O pseudo "jurista", que não deve abrir um livro de direito há mais de 50 anos nem sabe o que é um tribunal de instrução criminal nem o que é essa fase da instrução, foi visitar o amigo e deixou-lhe lá a dica para o arguido violar os deveres a que está sujeito. Com juristas com este, todos eram logos julgados sumariamente e condenados ou absolvidos de acordo com a SUA visão distorcida e parcial, que como todos sabemos, É LEI. Pelo menos enquanto continuar a sugar-nos o dinheiro dos impostos para o seu gabinete pós-presidencial.
Violino, Violino , 27 Novembro 2014 - 08:01:14 hr.
...
É necessario serenidade e deixar a justiça fazer o seu trabalho.
José Socrates presume-se inocente até que seja condenado.
A praça pública é um tribunal de rancores.
Juiz Ajuizado , 27 Novembro 2014 - 08:05:29 hr.
Força Justiça!
Ao contrário do que por aí apregoam algumas xxxxs ofendidas, toda esta situação MELHORA GRANDEMENTE a imagem e o prestigio do País a nível internacional.
Não esqueçamos que Portugal tem sido considerado um país de corruptos com um povo tolerante á corrupção por essa Europa fora.
Com uma boa limpeza o país fica mais credível e asseado...
Kill Bill , 27 Novembro 2014 - 08:16:54 hr.
Agrave-se a medida de coacção
As circunstâncias alteraram-se, a intervenção do ex-PR e a carta do recluso nº44 revelam que há sério perigo de perturbação grave da ordem e tranquilidade públicas (al. c, in fine do art.204, CPP), razão para o MP requerer a agravação da medida imposta do arguido, devendo ficar proibido de receber visitas suspeitas e comunicar com o exterior a não ser por requerimentos dirigidos ao processo.
, 27 Novembro 2014 - 08:29:42 hr. | url
Dois equívocos muito comuns
Sócrates não foi detido para interrogatório.

Sócrates foi detido porque o MP entende que lhe deve ser aplicada medida de coação diferente de TIR; por isso o detido foi apresentado ao juiz. O juiz é a garantia do arguido, é este quem vai ver se a pretensão do MP é fundada ou infundada. O interrogatório não é uma diligência de investigação. É uma diligência de defesa do arguido detido.




A decisão comunicada não diz nada... Foi feita uma comunicação oficial e ficámos todos sem saber nada do que se passou!!!

Bom, se é assim... então Sócrates podia ter explicado. Porque o juiz fez-lhe as perguntas todas quanto aos factos e aprsentou-lhe as provas que havia... Por que será que na carta o preso preventivo indignado é tão vago como foi o comunicado oficial do tribunal? Porque não explica ele? O tribunal tem de ser reservado... Mas ele (o preso preventivo) não...
Lopes , 27 Novembro 2014 - 16:47:53 hr.
Tou cego ceguinho!
Ainda não vim em TV nenhuma imagens da detenção do José Sócrates! Devo estar cego ceguinho, mas gostava de ver essas tão apregoadas filmagens do CM e da SIC!
Kill Bill , 27 Novembro 2014 - 17:41:10 hr.
Também eu não vi ....
Apesar da "revolta da sociedade" pelas imagens "assassinas" da detenção do Sócrates no aeroporto, o certo é que, tal como o Kill Bill, também eu não vi qualquer fotografia ou filme da mesma. Mais: o que vi foi um automóvel, ao longe e sem mostrar o seu interior, que a imprensa diz que o transportava.
Mas também não vejo qualquer comentador encartado a explicar onde viu as imagens ou a questionar quem diz que as viu!
Que situação estranha!
Pimpinela , 28 Novembro 2014 - 09:20:02 hr.
Catering Vegan (unicamente destinado à satisfação de necessidades primariamente digestivas)
«Talvez seja melhor mudar a medida porque pelo menos com pulseira é ele que passa a pagar a electricidade, a água, a alimentação e a limpeza»

EU PAGO, COM TODO O GOSTO, A ÁGUA, LUZ E ATÉ LHE SIRVO O JANTAR, ESPECIALMENTE CONFECIONADO POR MIM E COM GUARNIÇÃO PERSONALIZADA / ADEQUADA AO PERFIL DO RECLUSO...

'Tadinho, está mesmo a precisar de uns mimos especiais...

Quanto à limpeza, vai ter de pedir à D. Rosa, pois eu trabalho 14 horas por dia e termino o meu dia com a cervical feita num oito... a troco de METADE DO SALÁRIO QUE ME DEVERIAM PAGAR E QUE ESTÁ RETIDO - INDEVIDAMENTE RETIDO - NOS BOLSOS DE UM QUALQUER CAPANGA, DE UMA QUALQUER MATILHA, POR AÍ, EM AÇÃO CONTÍNUA!...
Giulia , 28 Novembro 2014 - 11:39:21 hr.

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

Com o termo do ano de 2014, cessaram as publicações de conteúdos nesta Revista Digital de 2014.Para aceder aos conteúdos...


O número de funcionários judiciais diminuiu 9,9 por cento em seis anos, enquanto os magistrados do Ministério Público au...

A partir de 1 de janeiro, os médicos vão recuperar os 20% tirados ao pagamento do trabalho extraordinário. ...

Últimos comentários

Atualidade Sistema Político José Sócrates quebra o silêncio em comunicado

© InVerbis | Revista Digital | 2014.

Sítios do Portal Verbo Jurídico