In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2013

Lentidão informática causa graves atrasos nos julgamentos

  • PDF

Caótica.. É assim que funcionários e magistrados do Tribunal Judicial de Viana do Castelo se referem à situação que se vive naquela instância judicial, devido a problemas, colocados desde o passado dia 1, pela aplicação informática do Ministério da Justiça (Citius), situação essa que tem motivado atrasos no início de julgamentos e na realização de diligências processuais.

Contrariando a raiz latina do termo, que, numa tradução literal, significa mais rápido, mais célere, o programa Citius, ou melhor, as atualizações a que a aplicação está sujeita, têm vindo a "bloquear" o trabalho de juizes e funcionários, levando a que alguns computadores só se encontrem disponíveis no período da tarde.

Julgamentos atrasados

"Desde o passado dia 1, tivemos já três dias fatídicos. Só na passada quarta-feira, quatro julgamentos não viriam a arrancar à hora prevista e foram atrasados, devido às atualizações do programa. Num dos casos, mais de duas horas", contou, ao JN, um dos elementos do Tribunal, considerando que a situação "só tenderá a piorar, caso nada seja feito para a alterar".

Ao que o JN apurou, a instância judicial - que foi, recentemente, alvo de obras de valorização, estimadas em cerca de 1,2 milhões de euros - está ligada à rede através de uma ligação de 4 MB (megabites), tida como "obsoleta".

Isto, quando outras instituições públicas da região de Viana do Castelo, designadamente conservatórias do Registo Civil e Predial, dispõem já de ligações a uma velocidade muito superior, sendo esta por muitos apontada como o principal dos fatores que estão na origem do problema.

MELHORIAS SÓ EM 2014
Confrontada com a situação, fonte do Ministério da Justiça considerou que o circuito esteve, esta semana, "saturado" devido a "acessos à internet". Evidenciando que as atualizações "são necessárias ao sistema" e "não diárias", a mesma fonte daria, também, conta de que o processo de atualização "é rápido". Quanto ao dimensionamento dos circuitos, disse que foi efetuado "de acordo çom as necessidades identificadas local a local", assinalando, contudo, que a tutela espera aumentar a velocidade de ligação do Tribunal de Viana à rede, até março do próximo ano, para 10 MB.

Luís Henrique Oliveira | Jornal de Notícias | 22-09-2013

Comentários (2)


Exibir/Esconder comentários
...
É melhor chamarem o "Sapo".
Ai Ai , 23 Setembro 2013
...
Essa noticia não deve ser bem verdade. O que consta é que as coisas nunca estiveram melhores, à custa de uma certa equipa maravilha que o MJ descobriu que tinha. Noticias dessas são para chatear. O povo é sereno. Siga a maralha, que grandes contratos estão a chegar.
tretas , 27 Setembro 2013

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

A crise trouxe dúvidas novas sobre a situação do país e a actuação dos políticos. As televisões portuguesas responderam ...

Com o termo do ano de 2013, cessaram as publicações de conteúdos nesta Revista Digital de 2013.Para aceder aos conteúdos...


Isabel Moreira - Ouvindo e lendo as epifanias sobre o Tribunal Constitucional (TC) que descobriram ali um órgão de sober...

Últimos comentários

Tradução automática

Atualidade Tribunais Lentidão informática causa graves atrasos nos julgamentos

© InVerbis | 2013 | ISSN 2182-3138.

Arquivos

Sítios do Portal Verbo Jurídico