In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2013

Saúde de Lisboa gasta €62.000 em advogados

  • PDF

Administração de Saúde justifica com a elaboração de contratos mais vantajosos. A Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) contratou por 62 700 euros o escritório Vieira, Costa Gomes, Sociedade de Advogados.

Segundo a base de contratos públicos, esta contratação, celebrada a 17 de setembro por ajuste direto, tem como objetivo a "implementação das recomendações da auditoria da Inspeção Geral das Atividades em Saúde (IGAS)" por um período de três meses e 14 dias.

Ao CM, fonte da ARS de Lisboa e Vale do Tejo sublinhou que se trata de seguir recomendações não só da IGAS, mas também de outras entidades, como o Tribunal de Contas. Refere a mesma fonte que este contrato "visa prestar apoio técnico, jurídico e de contencioso para a preparação dos modelos contratuais para 2014".

Acrescenta que "com o aumento da centralização procedimental e da otimização de recursos, tomando como ponto de partida a realidade do ano anterior e uma uniformização de modelos de contratação, seguindo as boas práticas recomendadas pelas entidades fiscalizadoras, a ARSLVT pretende conseguir celebrar contratos tendencialmente mais vantajosos para o Estado, mantendo o nível de serviços prestados a um menor custo".

Correio da Manhã | 13-10-2013

Comentários (8)


Exibir/Esconder comentários
...
Aqui está a vergonha do nosso País, e isto é apenas um exemplo muito diminuto do que podemos ver na Base.Gov.
São milhares para estes escritórios de advogados em Lisboa. A ministra preocupa-se tanto com os oficiosos que os seus amigos continuam a enriquecer à nossa custa...e isto continua ainda a procissão vai no adro....
Consultem a Base.Gov e envergonhem-se...
Francisco , 14 Outubro 2013
...
Para quando uma fiscalização a estes escritórios, que minam e controlam tudo. Para quando uma fiscalização ou chumbo do Tribunal de contas a estas entidades públicas?
Ministra o seu escritório tb é contemplado aqui...
Vale do tejo....Tejo...é só ajustes directos ao Sérvulo, Júdice e afinas...
Só gastos em excessos com estes escritório corruptos...
António , 14 Outubro 2013
...
Numa Sociedade cujo patrono se diz defensor dos trabalhadores, lipou-me recentemente 1200€ e ao fim de quinze dias, renunciou ao mandato. Claro já o tinha no bolso e com pouco trabalho.
ApreJudite , 14 Outubro 2013
Grave carência de juristas na administração pública
Isto só sucede porque na administração pública não há juristas de excelência! Quem acredita nisto? A governação do país pertence ao «grupo» dos negócios. Agora a este e depois àquele... O Estado está desde há muito capturado pelo chamado «bloco central dos interesses»... O resto são trocos...
Já agora: quando tratar de cortes a sério nas tabelas das defesas oficiosas? Já tarda...
Rosa Berloques , 14 Outubro 2013
...
Caro ApreJudite, que sociedade é? Participe no Ordem dos Advogados...
Estas sociedades roubam escandalosamente o Estado, o nosso dinheiro, fazem cambão.....Enfim...
António , 15 Outubro 2013
...
Os fortes e os fracos.
Alguns e o País.
A pergunta é:
- O que é que vocês querem saber?
E depois de saberem... o que é que podem fazer?
E se for tudo a brincar? Por causa do dia das bruxas ("Halloween")?smilies/smiley.gif
Shelley Chambers , 16 Outubro 2013
A luta continua
ApreJudite

Não me diga que "Ousou lutar, ousou vencer" ao escolher esse advogado? Já devia ter aprendido que ele é o advogado de grandes figuras da Direita, apesar de todo aquele idealismo de trazer por casa...
grande Educador da classe oprária , 20 Outubro 2013
...
De que vale António apresentar queixa na OE, se os ditos quando questionados para a devolução de % do dinheiro pago, me disseram que não trabalhavam de borla? Na minha opinião e quando leram os relatos dos causídicos do MEC, recuaram nos ideais e resolveram dar à sola. Era mais fácil renunciar do que continuar a enganar o cliente que se viu enganado anteriormente pelo MEC que abriu vagas para os quadros de docentes, onde não havia vagas, acabando por enganar não só os docentes que estavam na escola, colocando-os com horário zero, como os que concorreram e foram colocados, mas no próximo ano vão ficar sem componente letiva. Estamos entregues aos bichos. Mas nem de tudo está mal é que o substituto no processo é mais cordial e só cobra se tiver que se deslocar ao local onde o processo se encontra, mas adiantando que não vale apena gastar dinheiro contra os poderosos do MEC, coisa e segundo disse os colegas deveriam dar tal orientação.
ApreJudite , 21 Outubro 2013

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

A crise trouxe dúvidas novas sobre a situação do país e a actuação dos políticos. As televisões portuguesas responderam ...

Com o termo do ano de 2013, cessaram as publicações de conteúdos nesta Revista Digital de 2013.Para aceder aos conteúdos...


Isabel Moreira - Ouvindo e lendo as epifanias sobre o Tribunal Constitucional (TC) que descobriram ali um órgão de sober...

Últimos comentários

Tradução automática

Forense Profissionais Liberais: Advogados Saúde de Lisboa gasta €62.000 em advogados

© InVerbis | 2013 | ISSN 2182-3138.

Arquivos

Sítios do Portal Verbo Jurídico