In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2012

Passos poderá demitir-se se Cavaco pedir fiscalização do OE

  • PDF

"No dia em que eu não tiver condições no meu Governo para executar as medidas a que me comprometo, direi ao país e ao senhor Presidente da República que não tenho condições para ser primeiro-ministro", disse Passos Coelho no início de Outubro.

Este dia pode chegar se o Presidente da República pedir a fiscalização preventiva da constitucionalidade do OE para 2013 ao Tribunal Constitucional. Seria uma bomba atómica de Passos para confrontar cada um com as suas responsabilidades.

Cavaco teria quase obrigatoriamente de formar um governo de iniciativa presidencial. A alternativa seria marcar eleições e entregar o poder de mão beijada ao PS e a António José Seguro.

Há cavaquistas, como Alexandre Relvas, que consideram que um governo presidencial seria "dramático para o país".

Temem certamente que Cavaco seja visto como o líder desse Governo, carregando uma pesada responsabilidade. Se as coisas correrem mal (o que é provável por o novo executivo começar com um OE que era de Passos e ainda faltar um ano para as eleições alemãs que vão decidir tudo) seria Cavaco a arcar com um segundo pacote de resgate do FMI Portugal não é a Itália onde o governo de iniciativa presidencial funciona bem. Em primeiro lugar, a Itália não foi resgatada. Em segundo lugar, o presidente Giorgio Napolitano escolheu Mário Monti mas é este quem manda. Aqui, seria o contrário face ao nosso semipresidencialismo, que ainda acentua mais os poderes do Presidente em momentos de crise política. Com um governo de iniciativa presidencial, o PS teria de esperar uma nova oportunidade de regresso ao poder. Ora com Cavaco a ser responsabilizado pelo novo governo, o PSD, eventualmente com Passos ao leme, teria outra margem de manobra para se bater com o PS em futuras eleições. Também aqui Passos veria resultados da sua demissão arrojada em Novembro de 2012. Entretanto, como descalçar a bota do OE 2013 com a demissão de Passos?

Talvez não seja tão dramático como à primeira vista se pensa. O Tribunal Constitucional tomará uma decisão rápido e o Parlamento extirpará as alíneas declaradas inconstitucionais, certamente do lado da receita, substituídas por outras pelo lado da despesa que irão mais à frente criar novos focos de instabilidade. Passos estará certamente disponível para a viabilização do novo OE... como patriota, para ajudar o país. Com o segundo pacote de resgate já negociado e a primeira tranche quase a chegar, encontrará fôlego para renascer.

Não, este Passos não vai tirar Sciences Po em Paris. Vai ser outro a andar por aqui.

Expresso online | 24-10-2012

Comentários (7)


Exibir/Esconder comentários
...
Ó meu caro presidente, peça já a fiscalização do OE. Terá uns milhões de portugueses agradecidos que até se esquecerão da trapalhada com o BPN, com a cena de comer o bolo rei, com os secos e molhados, com a ponte 25 de abril, com a sua grande prestação como Min das finanças do governo AD que levou à chamada do FMI nos idos da década de 80, com a bandeira pendurada ao contrário e com as prmulgações "contrariadas" de outros OEs.

Fiscalização! Fiscalização! Fiscalização!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Quanto à notícia (e agora mais a sério): É INDECENTE que um PM mande recadinhos subliminares destes, quer ao CDS ou deputados "recalcitrantes" do PPD, quer ao Presidente da República e esta chantagem velada só poderia levar o PR - caso tivessemos um a sério! - a DEMITI-LO IMEDIATAMENTE a seguir a essas afirmações. Mas já lá vai quase um mês e nada.
Zeka Bumba , 24 Outubro 2012
...
Olha ...olha...
Mas que falta de senso!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
jurista portugues , 24 Outubro 2012
Do Facebook e outros leroleros
Escreveu Pacheco Pereira no último número da revista Sábado que esta proposta de orçamento está feita de proposta para precipitar uma crise política que permita aos da governança sacudir a água do capote para cima de outros. Ele há coisas...
A.Pereira da Mariconera , 24 Outubro 2012
...
Que bom! O povo agradece!!!;smilies/grin.gif
TM , 24 Outubro 2012 | url
...
Que bom! O povo agradece!!!
TM , 24 Outubro 2012 | url
...
Ui... o cenário português é cada vez parecido com o da Grécia... Estávamos mesmo a precisar de uma sucessão de governos que não conseguem governar...

Ganhem mas é coragem e legislem no sentido de punir severamente quem roubar o estado enquanto ocupa lugares públicos.
JJ , 24 Outubro 2012
...
Esta coisa não está assinada, mas não é uma notícia.
É claro que ele não se demite. Isso é absurdo.
Este texto só se explica se tiver sido encomendado, para transformar o absurdo em possível, e o possível em provável... e assim se pressiona o PR
Certo , 24 Outubro 2012 | url

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

A estrutura da InVerbis está organizada por anos e classificada nos correspondentes directórios.Os conteúdos publicado...

O Estado assumiu, através da empresa pública Parvalorem, a dívida de quase 10 milhões de euros de duas empresas de Vítor...

Dos 118 homicídios cometidos em 2012, 63 tiveram familiares como protagonistas • Cinco pais e 18 padrastos detidos por a...

Pedro Lomba - Na primeira metade do ano o ajustamento negociado com a troika correu dentro do normal e expectável. Mas d...

Últimos comentários

Tradução automática

Atualidade Sistema Político Passos poderá demitir-se se Cavaco pedir fiscalização do OE

© InVerbis | 2012 | ISSN 2182-3138 

Sítios do Portal Verbo Jurídico