In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2012

O fabuloso destino dos jovens assessores do Governo

  • PDF

Só no gabinete do primeiro-ministro contam-se 66 nomeações. No universo de centenas de colocações nos gabinetes ministeriais, um mais reduzido grupo chama a atenção devido a uma característica comum. Foram chamados para coadjuvar ministros e secretários de Estado tendo menos de 30 anos.

O PÚBLICO encontrou 41. Uns ainda permanecem, outros já saíram. Uns chegaram ali por contactos partidários, outros pessoais. E, contudo, também existem os que foram chamados devido a um já invejável e apropriado currículo.

Quando chegou ao poder, Pedro Passos Coelho prometeu ser contido nas nomeações. E as que tivesse de fazer, seriam por mérito. Com um ano de Governo, a realidade mostra que nuns casos se confirma o mérito. Carlos Vaz de Almeida ainda está longe dos 30 anos, mas é visto como perito em administração pública e parcerias público-privadas, dossier que trata agora nas Finanças. E que já eram o seu trabalho no poderoso escritório de advogados Uria/Menendez. Sem ligações ao PSD ou ao CDS. No entanto, noutras nomeações parecem ter pesado critérios diversos, nomeadamente ligações ao PSD, JSD ou CDS. Entre as 41 detectadas, o PÚBLICO contabilizou 15 nessa situação.

Jorge Garcez Nogueira tinha 29 anos quando foi chamado para o gabinete de Miguel Macedo no Ministério da Administração Interna. Antes já passara pela Câmara do Fundão como vereador. No Fundão liderou a JSD local. Um cargo igual ao de Monteiro Marques, líder da JSD de Braga, cidade de onde é natural o ministro Miguel Macedo. O cargo de assessor não é novidade para este dirigente da JSD, que chegou a trabalhar em Bruxelas.

No gabinete do secretário de Estado adjunto do ministro adjunto e dos Assuntos Parlamentares está o presidente do PSD de Peniche, Ademar Vala Marques. No mesmo gabinete, é adjunto Ricardo Bastos Sousa, que tinha 30 anos quando assumiu o cargo. Bastos Sousa passou pelo Conselho Nacional de Jurisdição da JSD. Também o secretário de Estado do Desporto e da Juventude foi buscar André Pardal à JSD. Pardal esteve na presidência da Associação Académica da Universidade de Lisboa, no Conselho Nacional da Juventude e no Conselho da Europa para a Juventude.

Na equipa do secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, do ministério da centrista Assunção Cristas, está a especialista Joana Malheiro Novo, que com 25 anos chegou ao Governo e ao conselho nacional do CDS. A lista continua com João Annes, que, aos 28 anos, se juntou à equipa do secretário de Estado da Defesa Nacional. Além de ser presidente da Associação de Jovens Auditores da Defesa Nacional, é dirigente do PSD de Oeiras. Nas últimas legislativas foi coordenador da campanha da juventude de Passos Coelho.

Depois temos os casos dos que deixam de ser ainda antes de conseguirem sequer aquecer o posto. Caso de Tiago Sá Carneiro, que esteve no gabinete do ministro da Educação, Nuno Crato. O seu currículo incluía a presidência da Associação Académica de Trás-os-Montes e o posto de secretário-geral adjunto da JSD. Acabou por sair quando se percebeu que a sua verdadeira qualificação não era a apresentada: a de engenheiro. Ainda assim, o partido resgatou o sobrinho-neto do fundador e presidente Sá Carneiro para assessor do actual secretário-geral, Matos Rosa.

O PÚBLICO falou com o presidente da JSD. Duarte Marques alerta para a aparente injustiça que representaria avaliar a escolha de um assessor ou adjunto apenas pela idade. Lembra que há quem chegue aos 29 anos com mais de cinco de experiência de trabalho. "Eu com 27 anos já tinha trabalhado seis anos em Bruxelas", assevera. Assegura que a JSD ajuda a ganhar experiência e tarimba, que aliás depois se capitaliza "na apresentação de trabalhos, nas entrevistas de emprego, na aprendizagem da partilha de responsabilidades e capacidade de liderança".

Marques defende, mesmo, que deveria fazer parte da formação política dos "jotas" passar por um "estágio de três ou seis meses" num gabinete executivo: "A política decide-se aí, seja no Governo ou numa autarquia", afirma. Depois usa um exemplo actual para demonstrar a vantagem da passagem dos "jotas" pelos gabinetes: "Ele é muito bom, mas se o António Borges tivesse passado uns anos na "Jota" há muito erro que não cometeria ..."

Nuno Sá Lourenço | Público | 04-09-2012

Comentários (10)


Exibir/Esconder comentários
linda, Novinha e sem preço - não está à venda
sou surpresa
eu pensei que eles só queriam lá gente nova
dos 19 aos 30 anos é só pais e mãe e avós e velhos e velhas
sempre terei menos de 18 anos
nunca pertenci ao Governo
poque nasci governadasmilies/cheesy.gif
nunca me casaria
mas se cassasse nunca seria com um velho de 29 ou 30 anos preferia UM DA MINHA IDADE COM MENOS DE 19 ANOS.
Linda, novinha e sem preço - não está à venda , 04 Setembro 2012
...
Vira o disco e toca o mesmo...
mfr , 05 Setembro 2012
...
De facto, para alguns, o pote é apetitoso...
Vergonha.
Depois têm de nos roubar os vencimentos e os subsídios de férias e de natal para alimentar tudo isto.
Mas o povo é manso e eles contam com isso...
Indignado , 05 Setembro 2012
Os Vampiros
"No céu cinzento, sob o astro mudo,
batendo as asas pela noite calada,
descem em bandos, com pés de veludo,
c****r o sangue fresco da manada.
[...]
Eles comem tudo,
Eles comem tudo,
Eles comem tudo
E não deixam nada...", citando Zeca Afonso.
Cidadão Preocupado , 05 Setembro 2012
...
É como os juízes quando começam a carreira. Alguns só com 25, 26 anos de idade.
Tontice de "notícia"!
jovem , 05 Setembro 2012
...
jovem, não há comparação possível.
Os assessores nomeados pelo Governo não dependem de qualquer escrutínio prévio e público, dependendo exclusivamente da vontade de quem nomeia e dos lindos olhos de quem é nomeado.
Já para ingressar na profissão de magistrado (juiz ou MP), há um concurso público, aberto a todos que reúnam os requisitos definidos expressamente na lei, com prestação de provas públicas (escritas, orais, teste de personalidade), seguido de um período de formação e estágio (3 anos). Querer pôr tudo no mesmo saco é de uma desonestidade intelectual avassaladora.
Martins , 05 Setembro 2012
Mas que regabofe!

Mas que regabofe! Ainda temos que garantir emprego aos rebentos da classe política,. E a este preço. As jotas deviam era ir limpar as florestas, para saberem o que é a vida. Até quando?

Retirado da net:

Lista de 29 dos assessores / adjuntos de Ministérios, todos de idade inferior a 30 anos, havendo 14 "especialistas" com idades entre os 24 e os 25 anos.

*MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL (2)
1 - Cargo: Assessora
Nome: Ana Miguel Marques Neves dos Santos
Idade: 29 anos --Vencimento Mensal Bruto: 4.069,33 €
2 - Cargo: Adjunto
Nome: João Miguel Saraiva Annes Idade:28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.183,63 €
MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS (1)
Cargo: Adjunto
Nome: Filipe Fernandes Idade: 28 anos:
Vencimento Mensal Bruto: 4.633,82 €
MINISTÉRIO DAS FINANÇAS (4)
1 - Cargo: Adjunto
Nome: Carlos Correia de Oliveira Vaz de Almeida Idade: 26 anos
Vencimento Mensal Bruto: 4.069,33 €
2 - Cargo: Assessor
Nome: Bruno Miguel Ribeiro Escada
Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 4.854 €
3 - Cargo: Assessor
Nome: Filipe Gil França Abreu Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 4.854 €
4 - Cargo: Adjunto
Nome: Nelsoon Rodrigo Rocha Gomes Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €
MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA (2)
1 - Cargo: Assessor -Nome: Jorge Afonso Moutinho Garcez Nogueira Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €
2- Cargo: Assessor -Nome: André Manuel Santos Rodrigues Barbosa Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 4.364,50 €
MINISTRO ADJUNTO E DOS AASSUNTOS PARLAMENTARES (5)
1 - Cargo: Especialista (?)
Nome: Diogo Rolo Mendonça Noivo -Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 € !?
2 - Cargo: Adjunto
Nome: Ademar Vala Marques Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €
3 - Cargo: Especialista
Nome: Tatiana Filipa Abreu Lopes Canas da Silva Canas Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €
4 - Cargo: Especialista
Nome: Rita Ferrreira Roquete Teles Branco Chaves Idade: 27 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €
5 - Cargo: Especialista
Nome: André Tiago Pardal da Silva Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €
MINISTÉRIO DA ECONOMIA (smilies/cool.gif
1 - Cargo: Adjunta
Nome: Cláudia de Moura Alves Saavedra Pinto Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,34 €
2 - Cargo: Especialista/Assessor
Nome: Tiago Lebres Moutinho Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,34 €
3 - Cargo: Especialista/Assessor
Nome: João Miguel Cristóvão Baptista Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,34 €
Cargo: Especialista/Assessor (?)
4 - Nome: Tiago José de Oliveira Bolhão Páscoa Idade: 27 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,34 €
5 - Cargo: Especialista/Assessor
Nome: André Filipe Abreu Regateiro Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,34 €
Cargo: Especialista/Assessor
6 - Nome: Ana da Conceição Gracias Duarte Idade: 25 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,34 €
7 - Cargo: Especialista/Assessor
Nome: David Emanuel de Carvalho Figueiredo Martins Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,34 €
8 - Cargo: Especialista/Assessor
Nome: João Miguel Folgado Verol Marques Idade: 24 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,34 €
1 - Cargo: Especialista/Assessor
Nome: Joana Maria Enes da Silva Malheiro Novo Idade: 25 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €
2 - Cargo: Especialista/Assessor
Nome: Antero Silva Idade: 27 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,33 €
3 - Cargo: Especialista
Nome: Tiago de Melo Sousa Martins Cartaxo Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 3.069,33 €
MINISTÉRIO DA SAÚDE (1)
1 - Cargo: Adjunto
Nome: Tiago Menezes Moutinho Macieirinha Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 5.069,37 €
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DA CIÊNCIA (2)
1 - Cargo: Assessoria Técnica
Nome: Ana Isabel Barreira de Figueiredo Idade: 29 anos
Vencimento Mensal Bruto: 4.198,80 €
2 - Cargo: Assessor
Nome: Ricardo Morgado Idade: 24 anos (?)
Vencimento Mensal Bruto: 4.505,46 €
SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA (1)
Cargo: Colaboradora/Especialista
Nome: Filipa Martins Idade: 28 anos
Vencimento Mensal Bruto: 2.950,00 €*

Maria do Ó , 05 Setembro 2012
todos os jovens devem ser ajudados
DEIXEM os jovens em paz
Psi , 06 Setembro 2012
...
Não é preciso contenção, redução da despesa pública e de pessoal?
Pois eu sei bem por onde começaria. E era já hoje, com obrigação de indemnização, tostão a tostão, de todos os contribuintes e espoliados da FP que, com os seus ilimitados impostos e confisco dos seus salariais e subsídios, são obrigados a pagar (entre tantas outras despesas inúteis, dispensáveis e ruinosas) salários extraordinários a jovens assessores (como se já não bastasse a nomeação em catadupa, certamente todas indipensáveis ao governo de um tão grande e populoso país...).
Um licenciado (de 5 anos ou de 3+2, como se queira) terrmina, na melhor das hipóteses, aos 23 anos. Com nomeações dos 24 aos 29 anos, temos uma "longa" carreira e experiência profissionais de 1 a 6 anos a justificar os montantes referidos num dos anteriores post ... (pois, é verdade, não estou a contar com a aprendizagem nas "jotas" e nestas novas "universidades de verão" , tão em voga, o que, possivelmente, dará bons "créditos" na formação e experiência profissionais).
Falta de oportunidades para os jovens licenciados? Não; só mesmo para aqueles, que por mero acaso são a generalidade dos jovens licenciados deste país, ficam desempregados, ou vão para caixas de supermercado, call-center ou são obrigados a emigrar...
Moralização, contenção, défice, redução de despesa, sacrifícios, compromissos com a troika ...é preciso lata, muita lata.
É por isso que, à semelhança do que sucedia com os anteriores, cada vez que aparece algum governante na tv, rádio, mudo imediatamente de canal (e não mudo de passeio porque tenho a sorte de não me cruzar com eles na rua). É tudo igual, mais do mesmo, vira o disco e toca o mesmo... o meu estomâgo já não aguenta!
Contribuinte , 06 Setembro 2012
Bisous
Paris Je t'aime
Trésor de Lancôme
Chanel de Coco
Charlotte de chocolate , 07 Setembro 2012

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

A estrutura da InVerbis está organizada por anos e classificada nos correspondentes directórios.Os conteúdos publicado...

O Estado assumiu, através da empresa pública Parvalorem, a dívida de quase 10 milhões de euros de duas empresas de Vítor...

Dos 118 homicídios cometidos em 2012, 63 tiveram familiares como protagonistas • Cinco pais e 18 padrastos detidos por a...

Pedro Lomba - Na primeira metade do ano o ajustamento negociado com a troika correu dentro do normal e expectável. Mas d...

Últimos comentários

Tradução automática

Atualidade Sistema Político O fabuloso destino dos jovens assessores do Governo

© InVerbis | 2012 | ISSN 2182-3138 

Sítios do Portal Verbo Jurídico