In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2012

110 mil euros em novos portáteis para deputados

  • PDF

O concurso público está lançado: a Assembleia da República quer adquirir 120 novos computadores portáteis por um valor global de 110 700 euros: 90 mil euros mais IVA. O objectivo é renovar os equipamentos comprados em 2008 e distribuídos aos deputados. Em média, os computadores poderão custar cerca de 920 euros cada.

Segundo a secretaria-geral do Parlamento, "o lote de portáteis que se pretende adquirir não é para atribuição imediata na sua totalidade, vindo a constituir um stock para futuras necessidades; contudo, a aquisição de um número mais elevado tem a vantagem de obtenção de melhor preço e de permitir que não haja uma proliferação de várias marcas, tornando a manutenção mais difícil", frisa-se em resposta ao CM.

O Parlamento, presidido por Assunção Esteves, acrescenta ainda que os actuais computadores portáteis já receberam "memórias suplementares", mas o registo de avarias e de degradação "forçaram a sua substituição, já que a reparação destes equipamentos torna-se, muitas vezes, economicamente mais desvantajosa do que a aquisição de um novo equipamento".

O estatuto dos deputados prevê, além de um gabinete próprio – em média um gabinete é usado por dois deputados –, um assistente individual e a utilização gratuita dos "serviços postais e sistemas de telecomunicações, bem como a utilização da rede informática parlamentar e de outras redes electrónicas de informação". O concurso termina na próxima semana.

Cristina Rita | Correio da Manhã | 04-11-2012

Comentários (10)


Exibir/Esconder comentários
...
920 euros cada

Mas os portáteis serão forrados a ouro? Olem, levem o que me foi distribuído há uma «P***ada» de
anos. Material chinês, com uma memória ram fabilosa de 560 MB.....
Jesse james , 05 Novembro 2012
...
Em qualquer casa da especialidade (wortens, vobis, etc.) encontram-se equipamentos por metade do preço.
€. 920,00 casa porquê?
Só se for para navegar no FaceBook...
descontente (o original) , 05 Novembro 2012
...
haja dinheirinho para isto tudo. Há portáteis que custam metade disso. Mas talvez não sejam suficientemente rápidos para as habituais navegações para distrair daqulo que se está a passar no parlamento e para continuar a fazer o trabalho das empresas em que exercem funções ao mesmo tempo que são deputados.
Zeka Bumba , 05 Novembro 2012
...
seria melhor utilizado o dinheiro gasto em portáteis se tivessem sido adquiridos computadores a preços competitivos para os tribunais, por exemplo...
matilda , 05 Novembro 2012
...
Para que fique registado:
O computador portátil que tenho atribuído é do ano de 2004. Não é tão recente como os dos senhores deputados (200smilies/cool.gif.
Tem 512Mb de RAM. Tive que pagar do meu bolso para ficar com 1Mb de Ram e conseguir trabalhar com ele minimanente.
Para ligar todos os dias, o Windows demora quase 4 minutos. Para abrir o Word mais 2 ou 3. Para actualizar o Citius, mais 2 ou 3. Todos os dias, os primeiros 15 minutos são para ligar o computador e correr essas aplicações básicas.
É esta a ferramenta com que diariamente a esmagadora maioria dos juízes tem que trabalhar, pois desde essa data não foram atribuídos computadores novos, salvo os que têm sido entregues aos que ingressam na carreira.
Pergunto como é possível lançar um concurso para substituir portáteis do ano de 2008 para os srs. deputados, quando nos Tribunais se trabalham diariamente com computadores com 8, 9 e 10 anos. E pergunto que computadores são esses, porque 920 euros por um computador portátil só pode ser da mais avançada tecnologia. Basta ir a uma loja de informática e conseguem-se bons portáteis por muito menos de metade do preço.
"Eles comem tudo, eles comem tudo e não deixam nada".
Mirror , 05 Novembro 2012
...
Austeridade sim, mas só para alguns, ou seja para os mesmos de sempre!
Haja vergonha!
mfr , 05 Novembro 2012
Magalhães
Pergunto eu.
Porque nao dão a esses senhores um Magalhães?
Alguns deles de certeza nem ao email devem saber ir... Por isso o Magalhães serve perfeitamente.
O valor que vão pagar por 1 da Lara comprar 7 Magalhães , podiam comprar 1 computador de 2 em 2 anos nos próximos 14 anos!!!
Juan santos , 05 Novembro 2012 | url
...
Um portátil comprado em 2008 (se foi de 1000 euros) como são estes que vão comprar agora é um portátil minimamente decente, com, no mínimo 2gb de ram e acredito que tenham 4 de ram. Mesmo os portáteis que o Sócrates "andou a dar" por 150€ já vinham com 4gb de ram e um processador dual core.

Para navegar na Internet, trabalhar com o word, pdfs e por ai não é preciso um processador i7 com 6 a 8 gb de ram com um disco gigantesco, com uma gráfica de 1 a 2gb (eles não vão jogar jogos ou vão?) com o win8 e com não sei que mais.

É apenas desperdiçar dinheiro. Só quem não percebe nada de computadores não vê que isto são luxos. Eu tenho um Dual core com 2gb de ram e o windows xp e serve para o office numa boa, para a Internet (super rápido) e até para jogar uns jogos (recentes).

É apenas luxos. É para terem o windows 8, mais velocidade (não sei para que, jogos?) e serem mais bonitos.

A informática não tem evoluído assim muito. Ter 4gb de ram ou 16 não faz a mínima diferença para quem não usa o PC para aplicações pesadas (tipo tratamentos de imagens ou assim) ou para jogos - mas isso dos jogos, já não tem idade.

Vamos lá ver, podiam comprar um de 500euros já são bons e já têm o win8 (mas , lá está os que tinham mesmo antigos já eram bons, tipo já tem a mesma ram dos que agora custam 500euros).
Para que um processador i7, tanta ram, tanta memoria de grafica, tanta coisa? O que eles fazem com os pcs?

ccv , 05 Novembro 2012
HD....
Já experimentaram ver pornografia em HD nesses portateizecos da treta?
Demora horas a carregar e depois mostra as cenas todas tipo aos soluços com paragens frequentes!
Ora um doputedo, perdão, um deputado merece máquinas mais expeditas e de qualidade adequada ao tipo de maior utilização que virá a sofrer!
Concordo portanto que mesmo 1000 euros é barato!
Baron Hubert von Trak , 05 Novembro 2012
Os computadores foram caros porque incluíam um dildo anal para o contribuinte...
smilies/grin.gifsmilies/grin.gifsmilies/grin.gif

Agora com o dildo já instalado os deputados podem nas votações de "cortes" acciona-los via electrónica .Para gozo do contribuinte claro...ou julgam que se não fosse para isso teriam legislado o "casamento" do mesmo sexo?
Lusitânea , 06 Novembro 2012

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

A estrutura da InVerbis está organizada por anos e classificada nos correspondentes directórios.Os conteúdos publicado...

O Estado assumiu, através da empresa pública Parvalorem, a dívida de quase 10 milhões de euros de duas empresas de Vítor...

Dos 118 homicídios cometidos em 2012, 63 tiveram familiares como protagonistas • Cinco pais e 18 padrastos detidos por a...

Pedro Lomba - Na primeira metade do ano o ajustamento negociado com a troika correu dentro do normal e expectável. Mas d...

Últimos comentários

Tradução automática

Atualidade Sistema Político 110 mil euros em novos portáteis para deputados

© InVerbis | 2012 | ISSN 2182-3138 

Sítios do Portal Verbo Jurídico