In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2012

PSP e GNR recebem aumento de 11% e actualização salarial

  • PDF

As forças de segurança vão receber, em conjunto, um aumento de 10,8%, no próximo ano, e vão poder contar com um aumento de escalão na tabela salarial.

A garantia foi dada, ontem, pelo ministro da Administração Interna (MAI), Miguel Macedo, que durante o debate parlamentar do OE/13 na especialidade disse ter disponíveis 57 milhões de euros para as actualizações salariais, de forma a cumprir a lei em vigor desde 2010, sendo esta uma das matérias que mais contestação tem levantado no sector.

Miguel Macedo disse que as medidas previstas na proposta do Governo têm como objectivo a "estabilização" das forças de segurança e salientou que "todas as actualizações de verbas são necessárias e importantes para a operacionalização" da PSP e GNR.

Segundo o governante a PSP vai receber no próximo ano 796,9 milhões de euros, mais 13,2% do que em 2012 e a GNR 937,9 milhões de euros, mais 9,9%. No entanto, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), vai sofrer um corte de 900 mil euros, passando dos 85 milhões de euros para os 84,1 milhões de euros previstos para 2013. Redução que Miguel Macedo justificou dizendo que este corte "não se traduz" em menos verbas para aquele serviço de segurança, uma vez que "houve estruturas que ficaram integradas na Direcção Geral de Infra-estruturas e Equipamentos".

Ana Petronilho | Económico | 14-11-2012

Comentários (30)


Exibir/Esconder comentários
...
É a velha história dos filhos e dos enteados.
Ai Ai , 14 Novembro 2012
...
Não se trata de nenhum aumento salarial mas sim a reposição das novas tabelas salariais que já deveriam ter sido feitas desde 2010, apenas houve uns meninos que foram colocados e o grosso do efectivo ficou de fora, e é também a actualização do suplemento das FS para 20% sendo a última tranche que já deveria ter sido opercionalizado, pois este suplelento fcioudevido em 3 tranches: 14; 16 e 20, sendo que esta última estava congelada desde 2010.
Portanto não há aumentos apesar de ser esse o discruso demagógico de SXAMAI, até parece que fez o tirocíniono BE.
E m emigração , 14 Novembro 2012
...
Para bater no pessoal há sempre dinheiro. Assim já compraram a consciência das forças de Segurança.
Indignado , 14 Novembro 2012
Compreende-se
se considerarmos que as polícias actuais (3º ao nível europeu em nº de efectivos) constituem um segundo exército (privativo) do MAI, e que atendendo à paranóia de segurança que se apoderou dos nossos governantes, avaliando pela guarda montada à fábrica de salsichas, de futuro vão militarizar milhas em redor dos percursos do nosso querido PM.
Para isso tudo correr bem, é preciso trazer os rapazes contentes.
Troika-tudo , 14 Novembro 2012
calibre vergonhoso
«... reposição das novas tabelas salariais que já deveriam ter sido feitas desde 2010»

Caríssimo, quer que lhe diga há quanto tempo tenho a carreira congelada?!...

Um momento, vou buscar a calculadora último grito para contas difíceis.

Quanto não vale ter uma arma na mão... e um cérebro sem referências no que concerne aos princípios de um estado de direito!...
Al Bertus , 14 Novembro 2012
UII!
Tanto medo que "eles" têm!!
Baron Hubert Von Trak , 14 Novembro 2012
...
Precisamente Al Bertus,
No que me diz respeito há 6 anos que tenho a carreira congelada.
É preciso que a moral da tropa esteja em alta para dar P***ada no Zé Povinho.
Ai Ai , 14 Novembro 2012
...
Isto só mostra o medo com que o governo está. Só espero que a polícia não se deixe comprar.
Zeka Bumba , 14 Novembro 2012
...
Não vou virar-me contra os P. S. P., que têm um trabalho difícil e relativamente mal pago. Claro que me questiono o porquê a eles e não a outro grupo profissional qualquer. As culpas, no entanto, são do poder político e não dos P. S. P. No meio da miséria generalizada, não podemos começar a ser mesquinhos
Juiz de Direito , 14 Novembro 2012
justiça
os policias e militares da GNR, são pessoas comuns, do povo, trata-se, se acontecer do pagamenteo do que é nosso, desde 2010!!!dinheiro que nos devem,!não se trata de nenhum aumento.e as policias não são compradas pelo Governo...também estamos descontentes com este regime de austeridade, pq tb temos familia e uma vida social...não falem do que não sabem
militar gnr , 15 Novembro 2012
...
Há muito que estou congelado. Há muito que os camaradas estão, não do lado do povo mas daqueles que governam este país. Queixam-se e bem que desde 2010 têm uma carreira sem progressões. Eu sempre que chegava a hora da progressão diziam-me nos serviços que não havia dinheiro para progredir. Foi em 1985; em 1988 1991 e assim sucessivamente. Então qual o estratagema para evoluir na carreira. Simplesmente esperar que algo compativel com a minha formação aparecesse, daí o andar a saltar de instituição em instituição e ao fim de 39 anos de serviço ( 8 meses de EDP; 7meses de CTT;8 de serviço militar, 6 de policia; 19 de Universidade; 6 de MAPE e agora noutra instituição: Ora se me tivesse aposentado como militar, msmo na base da carreira, levaria um ordenado na ordem dos 1000€; se fosse policia, mesmo na classe de agente principal, usufruia uma aposentação no valor aproximado dos 1400€; no ensino e como docente, rondaria um valor de 1700€, etc. Na conjuntura atual levaria 800€. Então onde pára equalidade? Apenas na cabeça do ser humano. Mas se me perguntarem que a autoridade é uma carreira de alto risco eu direi que sim mas questiono qual é o risco daqueles que durante 30 anos passaram na messe, no barbeiro, nas oficinas, que alto risco correram? O mesmo que o cidadão corre ao poder ser atropelado numa passadeira, já que o outro risco não corre porque se esconde no aglomerado. Então vou ser menos otimista e colocar o agente armeiro, cozinheiro ou barbeiro no mesmo saco que o continuo, administrativo ou outras funções às quais encontramos, mergulhados na vergonhosa mensalidade de aposentação dos 300 ou 400€
Pleno Povo , 15 Novembro 2012
...
O "pilim" é garantia de independência, isenção e integridade de uns e de obediência tranquila de outros. Qual é a novidade?
Valmoster , 15 Novembro 2012
...
Que queriam? Que baixassem? Santa inocência.
ccv , 15 Novembro 2012
...
O "pilim" é garantia de independência, isenção e integridade de uns e de obediência tranquila de outros.

No further questions, Your Honor.
Justice For All , 15 Novembro 2012
...
E será que o pilim não é a garantia de se ter alguém pronto a defender os interesses de cada um em tribunal, por maior que seja a falta de razão do cliente naquele caso concreto?

Nunca me esquecerei do caso de um amigo meu (então advogado) a quem ofereceram 250 contos para propor uns embargos de executado e depois uns embarogs de terceiro manhosos para encanzinar uma execução e, alguns anos depois, quando estagiei num determinado tribunal, estava lá uma execução com uns embargos de executado e outros de terceiro (ambos improcedentes e com litigância de má fé confirmada pela Relação e com participação do advogado à OA nos termos do 459 do CPC) em que o argumentário era em tudo similar àquilo que o meu amigo me havia contado.

Moral da história: houve quem aceitasse os 250 contos para fazer toda esta sujeira.
Zeka Bumba , 15 Novembro 2012
...
por mim, faria o seguinte se estivese na 1.ª Instância: presos em manifs, ABS...
Jesse James , 15 Novembro 2012
...
Zeka onde está o direito de reserva que falámos há uns dias? Sejamos advogados ou juízes um pouco de tino a falar de processos como foi o caso...

O dto de reserva aplica-se a tudo, não é necessário exemplos...
Francisco , 15 Novembro 2012
...
Francisco,

Diga lá o nº de processo, o nome das partes e do advogado em causa!

Não consegue?

Ora aí tem como o dever de reserva não foi posto em causa...

P.S. Esqueci-me de o dizer (embora se subentenda do meu comentário) que o meu amigo mandara o referido ser ir pentear macacos.
Zeka Bumba , 15 Novembro 2012
Pode ser que isto ainda dê pró torto ...
PARA QUE SERVEM OS MILITARES?
É graças aos soldados, e não aos sacerdotes, que podemos ter a religião que desejamos.
É graças aos soldados, e não aos jornalistas, que temos liberdade de imprensa.
É graças aos soldados, e não aos poetas, que podemos falar em público.
É graças aos soldados, e não aos professores, que existe liberdade de ensino.
É graças aos soldados, e não aos advogados, que existe o direito a um julgamento justo.
É graças aos soldados, e não aos políticos, que podemos votar..."
BARACK OBAMA no MEMORIAL DAY
PQP , 15 Novembro 2012
...
Acho que invocarmos aqui o n.º de processo, nome do advogado seria mau de mais...

Alguma contenção nos exemplos apresentados....
Francisco , 16 Novembro 2012
...
Quanto a causidicos nem falo. É fartar vilanagem. Sem controlo, sem inspeções, sem limites e sem vergonha.
Valmoster , 16 Novembro 2012
...
São esses mesmos polícias que, com prejuízo da sua integridade física, zelam pela segurança alheia, nomeadamente quando estão em missão de segurança nos tribunais. São esses mesmos polícias que são injuriados e agredidos à pedrada, para que outros estejam em segurança (vide arruaça recente em frente à Assembleia da República). Merecem cada pouco euro que ganhem a mais.
Um juiz há muitos anos , 16 Novembro 2012
...
Zeka, aliás reforço o cuidado pois não tarde ainda há descuidos e dos exemplos passamos a enumerar o processo, tribunal competente, juiz, advogados e testemunhas...

Pode sempre criar nesses exemplos as letras A e B e não um amigo, ou ex amigo,etc...
Francisco , 16 Novembro 2012
...
Bom, isto é simples de explicar o que se passa na PSP e na GNR, e parece-me que ainda não está esclarecido.

Eu tenho 15 anos de serviço. Sou Agente Principal há 6 anos. Recebo, imaginando, 1200 euros.

O meu colega tem 11 anos de serviço. Foi promovido a Agente Principal em Fevereiro de 2010. Recebe 1350 euros.

E porque é que o meu colega recebe mais 150 euros que eu? Porque quando foi promovido, foi integrado nas novas tabelas salariais.

No mesmo mês de Fevereiro, porque não fazia qualquer sentido haver pessoas com a mesma profissão, em exercício de idênticas funções, e com mais antiguidade, com diferentes ordenados, prometeram-me que também transitaria para a nova tabela remuneratória, mas tinha de se resolver um problema informático que permitira esta transição.

Depois de largos meses, a desculpa do problema informático passou para a falta de dinheiro para pagar igual a todos.

O que se vai fazer agora não é aumentar os polícias, é pagarem-me os tais 150 euros que há quase 3 anos recebo a menos que os meus colegas com muitos menos anos de serviço. Quanto aos retroactivos, parece que nem se pode falar disso. É, aliás, ofensivo porque nos estão a fazer o favor de nos pagar mais um bocadinho (aquilo que, por lei, devíamos estar a receber desde 2010).

Imaginem um magistrado a sair agora do CEJ e a ser colocado num indice salarial superior ao de um magistrado com 10 anos de casa. Simplesmente porque ele foi integrado numa nova tabela salarial e os restantes têm de esperar ad eternum...

Obs: quando me refiro a mim e ao meu colega, refiro-me a milhares de policias e guardas que se encaixam nas duas figuras.
Também os valores são meramente indicativos.
ntr , 16 Novembro 2012
...
Claro Francisco,

Diga lá o nome desse meu amigo (e não ex-amigo)!

Pois é...
Zeka Bumba , 16 Novembro 2012
...
E o resto da função publica que já está a 10 anos com os aumentos congelados? esses são pretos?
Isto é tudo jogadas politicas... Chuva vermelha vai chegar ao nosso país... Tudo com culpa dos que dizem ser governadores de Portugal...
Circus Portugal , 17 Novembro 2012
...
isto é gostoso comentar mas porque será que recebem 1200 e 1300 e os outros cidadãos recebe, 600 euros, estejam é caladinhos porque passar o tempo a gastar as solas dos sapatos ou das botas e olhar só para o nosso umbigo é muito bom porque será que os juízes recebem de renda de casa mais do que o vencimento mínimo, só de renda de casa, será que é porque têm direito ao descanso e os outros, isto porque sabem ler, escrever já não digo, pelo menos estes novos.
ae , 18 Novembro 2012
...
ae, torna-se fastidioso estar sempre a dizer o mesmo, mas como a mesquinhez, a hipocrisia e a ignorância continua a florescer, torna-se necessário repetir: nenhum juiz recebe qualquer subsídio de renda; isso não existe. O subsídio que recebem é 1/3 do subsídio que os ministros, secretários de estado e directores gerais recebem a título de subsídio de residência, com uma grande diferença: enquanto o único requisito para estes últimos é não ter casa própria em Lisboa, o subsídio auferido pelos magistrados, que é tributado como ajudas de custo, implica uma série de deveres, entre os quais estar disponível 24/24 horas por dia, incluindo nas suas férias pessoais. Se encontrar equivalente nos agentes do Estado ou mesmo no privado, avise. Mas no caso dos privados, ponha preto no branco qual o preço. Fique bem e antes de botar faladura, informe-se.
Chaplin , 18 Novembro 2012
...
bem dito beneficio. agora só falta o pessoal da psp começar a fazer um horário próximo das 36 horas de trabalho semanal, algo que ninguém fala, mas que é uma verdade desde sempre.
tim , 01 Dezembro 2012
..........
No meu caso em concreto os polícias e GNR só me valeram para me multar....eles não estão cá para proteger o povo, mas sim para proteger o governo e para passar multas que é o que dá dinheiro. Só o presidente da républica tem centenas de GNR para a sua guarda e para a real fanfara, outros milhares vestem um uniforme para fazer o mesmo que o zé povinho (trabalho de escritório)...........depois num enorme exagero de minha parte metam cerca de 7% de todo o efectivo em patrulhas de segurança.
david guerreiro , 01 Dezembro 2012 | url

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

A estrutura da InVerbis está organizada por anos e classificada nos correspondentes directórios.Os conteúdos publicado...

O Estado assumiu, através da empresa pública Parvalorem, a dívida de quase 10 milhões de euros de duas empresas de Vítor...

Dos 118 homicídios cometidos em 2012, 63 tiveram familiares como protagonistas • Cinco pais e 18 padrastos detidos por a...

Pedro Lomba - Na primeira metade do ano o ajustamento negociado com a troika correu dentro do normal e expectável. Mas d...

Últimos comentários

Tradução automática

Forense Agentes Públicos Órgãos Polícia Criminal PSP e GNR recebem aumento de 11% e actualização salarial

© InVerbis | 2012 | ISSN 2182-3138 

Sítios do Portal Verbo Jurídico