In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2012

Parlamento é o grande centro da corrupção

  • PDF

Paulo Morais, ex-vice-presidente da CM do Porto e vice-presidente da ONG "Transparência e Integridade" diz que o parlamento é o grande centro da corrupção em Portugal e que a corrupção é a verdadeira causa da crise.
Entrevista de Luís Gouveia Monteiro, Canalq (15Meo), 30-06-2012.

Comentários (17)


Exibir/Esconder comentários
...
É pena que existam poucos homens como este em Portugal. Um, bem haja ao Dr. Paulo Morais
In absurdos , 10 Julho 2012
...
"Qum fala assim não é gago".
Digo , 10 Julho 2012
As coisas acertadas e frontais que este senhor diz...
Vi o excerto e sinceramente estou pasmado. Todos os dias aparece algo novo que eu desconhecia e é do mais profundo anti-ético, corrupto e vergonhoso. Então uma série de deputados fazem o trabalho dos seus escritórios e vão para o Parlamento verificar se o trabalho foi bem feito? O Banco de Portugal é supervisionado pelo BES? Com o C------o Ricardo Salgado? Então a Sérvulo e Correia já ganhou € 7.000,000 de euros em contratação pública quando ela própria fez o Código? Isto não é conflito de interesses e Inconstitucional? Isto não é mais que uma profunda roubalheira aos nossos Bolsos? Parabéns ao Sr. Paulo Morais, fiquei fã seu...Se muitos fossem como vocês isto seria outra música e outro País...
Guilherme Costa , 10 Julho 2012
,
Este país à 38 anos que não é governado por gente séria, e a cada governo que passa mais corrupto se torna.
A politica em Portugal é o que se pode chamar verdadeiramente de novas oportunidades. É uma vergonha.
. , 10 Julho 2012
Então o escritório de Advogados produz a legislação?
Então o dito escritório de advogados produz a legislação e depois cria pareceres aos Privados? Então cria alçapões na Lei e vende a Lei aos privados que se safam neste mundo corrupto...Onde isto vai parar? Alguém mete termo isto? Depois passeiam os seus jaguares, distribuem os seus belos prémios pelos sócios e associados que de advocacia percebem pouco. Aliás este escritório tem ajustes directos com o Banco de Portugal, Parque escolar, Estradas de Portugal, RTP...BES (de certeza), Instituto do Turismo...Que palhaçada...
Joselina Fonseca , 10 Julho 2012
...
Bem haja este homem!!! São estes portugueses que têm impedido o desaparecimento do país desde o século XIIII.
loi , 10 Julho 2012
...
E ainda dizem que não há crime organizado em Portugal?????
Zeka Bumba , 10 Julho 2012
José Pedro Faria (Jurista) - Promiscuidade
Há muito tempo que Paulo Morais vem, corajosamente, denunciando o escândalo da cumplicidade entre diversos deputados e interesses privados obscuros. Melhor, tal como diria Paulo Morais, mais que promiscuidade há, em inúmeras situações, situações de verdadeira identidade de interesses.

Já agora, para quem ainda não viu o post "A Máfia das Parcerias Público-Privadas em Portugal", com um vídeo gentilmente disponibilizado pelo Sr. Administrador, que o não perca. É bom que as pessoas percebam para onde vão os dinheiros públicos (ou seja, o nosso dinheiro). O quarteto do programa em causa - "Negócios da Semana" - é politicamente insuspeito; de qualquer maneira, atualmente, é irrelevante se as pessoas são apelidadas de direitistas ou esquerdistas, isso deixou de fazer sentido, há valores demasiadamente relevantes em jogo para estarmos a discutir conceitos ultrapassados.
José Pedro Faria (Jurista) , 10 Julho 2012
O escritório do regime
O escritório invocado, é o escritório do regime. Trabalham maioritariamente com o público, facturando horas em excesso ao Estado. Quer através de ajustes directos, quer através de avenças mensais enormíssimas para a quantidade de trabalho prestado.
Câmaras, fundações...Que tristeza, amigos e compadrios...ajustes directos. Bes, REN, RTP...Deputados cheios de mordomias...etc...Mas voltando ao escritório do regime. Este escritório cambão do Estado...Será que este escritório do Dr. Sérvulo aplica o Direito verdadeiramente objectivo ou simplesmente utiliza o Direito para seu belo proveito e favor? As pessoas que lá trabalham estão dentro destes parâmetros negociais ou fingem que é tudo legal? Pergunto-me eu, simplesmente pessoa da classe média, os seus associados andam de cabeça levantada pelas belas lojas do Chiado quando muito do dinheiro que ganham é fruto do esforço e trabalho do contribuinte? Ou como já disse fingem que não se apercebem do escritório meramente negocial e não de direito em que trabalham?
Pacheco Pereira , 11 Julho 2012
...
ALGUNS AJUSTES DIRETOS À SERVULO:

-Parque Escolar, E.P.E., 133.800,00 €
-Banco de Portugal, 650.000,00 €
-EP Estradas de Portugal, 320.000,00 €
-Gabinete do Secretário de Estado Adjunto, das Obras Públicas e das Comunicações, 198.000,00 €
-Gabinete de Estatística e Planeamento da Educação, 179.500,00 €
-Parque Escolar, E.P.E., 149.600,00 €

loi , 11 Julho 2012
...
Ah!..... Como esse Servente é mesmo bandido!....
Ah... , 11 Julho 2012
Ajustes directos à Sérvulo
E falta os tais 4 contratos no valor de 1.300.000,00 Euros...chumbado pelo Tribunal de Contas, até houve uma reportagem na sic em que um dos sócios desta sociedade Dr. R...Med....é só ir ver ao site, defendia isto...nem se soube defender...
Quanto ao ajuste directo com o Banco de Portugal, sabe-se que o processo ficou a meio gás e perderam o processo....pelo que li noutro blog...Será que receberem 650.000 euros? Vergonhoso é só o que tenho a dizer. Ai Sr. Paulo Morais, naquele escritório já se devem ter ofendido muitas virgens...ahahahahaha
Guilherme Costa , 11 Julho 2012
Os Ajustes directos
Penso que é dever de todos nós não deixarmos adormecer este assunto...não fico sem subsídios para alimentar os ajustes directos atrás referidos pelo loi....650.000 euros ao Banco de Portugal? Para dps se repetirem julgamentos e irem facturando ao Banco (isto é, todos nós). Grande Paulo Morais, metes os pontos nos i....
Patrícia , 13 Julho 2012
Concordo com a Patrícia
De acordo com a Patrícia e o não adormecimento....
Luis Crespo , 13 Julho 2012
Assim se percebe....
Se estas declarações tivessem sido proferidas por algum dos tradicionais painel de comentadores (vulgo paineleiros) que habitam nos diversos canais de tv, teria sido alvo de titulos de 1ª página e abertura de serviços noticiosos, com manifestações publicas de indignação de alguns lideres parlamentares a manifestarem-se contra estas declarações. Mas assim, o melhor que se conseguiu, foi algum eco num jornal de pouca tiragem porque senão caía o carmo e a trindade. A nula divulgação destas declarações nos principais orgãos de comunicação traduz bem os interesses que existem na comunicação social!!... E num país onde a comunicação social está intrisecamente ligada ao poder politico e empresarial, não é de estranhar o amorfismo deste povo face ao que se tem decidido nos últimos 2 anos. E um povo ignorante é o que convém a esta classe de gentinha que está instalada no poder!!
Jorge , 29 Julho 2012 | url
...
Não podemos deixar adormecer isto, os contratos por ajuste directo continuam-se a fazer....
Franco , 21 Novembro 2012
E vão continuar...
Entretanto, se queremos deixar de ser "cigarras", talvez devêssemos aprender alguma coisa com os ladrões de Portugal, os "formigas".
Ó amigo, deixe-se disso e resigne-se à sua vidinha como todos os outros.
. , 21 Novembro 2012

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

A estrutura da InVerbis está organizada por anos e classificada nos correspondentes directórios.Os conteúdos publicado...

O Estado assumiu, através da empresa pública Parvalorem, a dívida de quase 10 milhões de euros de duas empresas de Vítor...

Dos 118 homicídios cometidos em 2012, 63 tiveram familiares como protagonistas • Cinco pais e 18 padrastos detidos por a...

Pedro Lomba - Na primeira metade do ano o ajustamento negociado com a troika correu dentro do normal e expectável. Mas d...

Últimos comentários

Tradução automática

Atualidade Multimedia Parlamento é o grande centro da corrupção

© InVerbis | 2012 | ISSN 2182-3138 

Sítios do Portal Verbo Jurídico