In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2012

Conversas improváveis: Marinho Pinto e Alberto João Jardim

  • PDF


SIC Notícias, 28-04-2012

Comentários (7)


Exibir/Esconder comentários
...
A conversa pode ser improvável. O teor da conversa é que não surpreende em nada. Estão bem um para o outro. Populismo medíocre e demagógico, com uma assistência que se não é mentecapta, para lá caminha.
Francisco Mata-Politicos , 28 Abril 2012
Politicos!
Estes sim!
Votaria neles sem hesitação!
Jardim a presidente e Marinho a primeiro ministro!
Abaixo disto nunca ficariamos! Veja-se o Sr. Silva dos bovinos tão preocupado com a .... IMAGEM...!!!!!!!!!!!!!!
E o Pedrocas das Baldrocas, a dizer que sim,quenão que talvez....
PIOR NUNCA FICARIAMOS!
AUDAX , 28 Abril 2012
...
Havia coletes de forças?
Gandalf , 28 Abril 2012
...
Muito mau este Marinho.

A piada dos advogados..smilies/shocked.gif
jcs , 28 Abril 2012
Coletes
Coletes de forças havia sim... na policiada...
O Alberto joão tem toda a razão. Porque cargas de água vai a policia de metralhetas e coletes á prova de bala a buscar uns tantos papéis e computadores em escritórios de funcionários públicos?
!!!!!!!!!!!!!!!!!
haveria o perigo do escrivão de 3ª fazer um ataque de tinteiro e chefe de serviços administrativos engolir as provas enquanto lançava mortiferos ataques com esferograficas RPG!
E então aquela coisa não foi coacção sobre funcionários?
Kill Bill , 29 Abril 2012
...
repararam na audiência?
batia palmas e ria, enquanto MP chamava barata tonta à MJ.
é o povo que temos...
Digo , 29 Abril 2012 | url
...
Caro digo;
Acha mesmo que o homem não tem razão? Não seja ingénuo, apesar de o homem dizer muitas asneiras, às tantas que diz, eventualmente, lá vai acertando.
Ainda não se apercebeu de a Ministra também gosta do seu protagonismo, e a maior parte das vezes põe-se a jeito.Fala de tudo e sobre tudo e depois não concretiza nada, e o pouco do que concretiza, não tem interesse nenhum ou é claramente errado.
Num claro exemplo de que a Ministra anda perdida, e devia ter ficado calada, é o aviso de abertura ao concurso para o CEJ, pois, veio com polpa e circunstancia (inclusive através da direcção do CEJ) avisar que até ao fim do mês de Abril abria o dito concurso, e veja-se, hoje é o ultimo dia do mês de Abril, amanhã já é Maio, e abertura de concurso no DR nem vê-lo.
Eu sei que isto pode parecer de pouca importância, mas a meu ver só revela a impreparação para o cargo, porque se não tencionava abrir ou concurso até ao fim de Abril, ou se previa ser complicado abrir até esse prazo o concurso, não o tinha estipulado, limitava-se a dizer que brevemente abria concurso.
E agora? ainda acha que a audiência (ou o povo que temos) é assim tão parvo?
? , 30 Abril 2012 | url

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

A estrutura da InVerbis está organizada por anos e classificada nos correspondentes directórios.Os conteúdos publicado...

O Estado assumiu, através da empresa pública Parvalorem, a dívida de quase 10 milhões de euros de duas empresas de Vítor...

Dos 118 homicídios cometidos em 2012, 63 tiveram familiares como protagonistas • Cinco pais e 18 padrastos detidos por a...

Pedro Lomba - Na primeira metade do ano o ajustamento negociado com a troika correu dentro do normal e expectável. Mas d...

Últimos comentários

Tradução automática

Atualidade Multimedia Conversas improváveis: Marinho Pinto e Alberto João Jardim

© InVerbis | 2012 | ISSN 2182-3138 

Sítios do Portal Verbo Jurídico