In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2012

SMMP condena personalidade de ex-procurador distrital do Porto

  • PDF

Pinto Nogueira reagiu à sua não recondução à frente da Procuradoria do Norte chamando aos sindicalistas parvos e estalinistas

O modo como Pinto Nogueira está a reagir à sua não recondução como procurador-geral distrital do Porto (PGDP) revela um tipo de personalidade não condizente com o exercício do cargo em que pretendia permanecer por mais três anos.

É o que considera o Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP), em comunicado emitido ontem, depois de Alberto Pinto Nogueira, em entrevista à TSF, ter dito que os membros daquela entidade sindical são "parvos e estalinistas". Tudo isto a propósito da reunião do Conselho Superior do Ministério Público (CSMP), de 30 de maio, em que os conselheiros votaram o nome de Maria Raquel Almeida para dirigir a PGDP, deixando de fora Pinto Nogueira que exercia o cargo há seis anos, sendo seu desejo continuar. Esta opção levou o procurador do Porto a ver desconsiderado todo o seu trabalho de dois mandatos e reagiu mal. Em entrevista ao semanário Sol disse que "o que aconteceu foi uma conspiração do silêncio, constituída pelos membros do SMMP os representantes do poder político e o procurador distrital de Coimbra", frisando: "Não disseram nada, pois já tinham acordado na minha liquidação."

O mal-estar do procurador não se ficou por aqui. Ontem, à TSF, acrescentou que os membros do SMMP são "parvos" e "com comportamento estalinista".

Se relativamente às primeiras declarações o sindicato quase não reagiu, ontem veio a público dizer que aquele tipo de "condutas revelam bem a sua personalidade e que estavam certos aqueles que, de forma livre e esclarecida, decidiram que não tinha condições para continuar como PGDP". Para o sindicato, Pinto Nogueira tem duas obsessões: "A do autoelogio", e à "de se apresentar como um mártir".

Comentários (1)


Exibir/Esconder comentários
...
Quando vier o novo PGR, o poder do SMMP será absoluto...
Jesse James , 06 Junho 2012

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

A estrutura da InVerbis está organizada por anos e classificada nos correspondentes directórios.Os conteúdos publicado...

O Estado assumiu, através da empresa pública Parvalorem, a dívida de quase 10 milhões de euros de duas empresas de Vítor...

Dos 118 homicídios cometidos em 2012, 63 tiveram familiares como protagonistas • Cinco pais e 18 padrastos detidos por a...

Pedro Lomba - Na primeira metade do ano o ajustamento negociado com a troika correu dentro do normal e expectável. Mas d...

Últimos comentários

Tradução automática

Forense Magistrados: Ministério Público SMMP condena personalidade de ex-procurador distrital do Porto

© InVerbis | 2012 | ISSN 2182-3138 

Sítios do Portal Verbo Jurídico