In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2012

Procurador ameaça fechar DIAP do Porto

  • PDF

Inspecções às instalações do Departamento de Investigação e Acção Penal detectaram falhas de segurança com riscos para procuradores e funcionários.

Duas inspecções às instalações do Departamento de Investigação e Acção Penal do Porto (DIAP) detetaram falhas graves ao nível da segurança e higiene que podem colocar em risco os funcionários e os magistrados do Ministério Público que trabalham naquele departamento. Por isso, num comunicado enviado, hoje, aos procuradores do distrito judicial do Porto, Pinto Nogueira, o procurador distrital, ameaça fechar as instalações do DIAP. "O Procurador-Geral Distrital espera não ser coagido a dispensar os magistrados e funcionários do seu trabalho, em razão de uma situação que, a acontecer em qualquer estabelecimento privado, já teria chamado a atenção dos habituais organismos competentes para a respetiva autuação e encerramento", escreveu Alberto Pinto Nogueira.

Segundo, por exemplo, a inspecção feita pela Administração Regional de Saúde do Norte, foram detectadas as seguintes situações: sobrecarga eléctrica e falta de revestimento do pavimento, uma pequena abertura numa parede, tapada devido à entrada de gases automóveis, falta de revestimentos e necessidade de vigilância da protecção de incêndios, humidade junto a uma bateria de fios eléctricos e várias fissuras nas paredes.

A inspecção feita pelos Bombeiros Sapadores do Porto também evidenciou várias falhas no que diz respeito à prevenção de incêndios, como a colocação dos extintores e os detectores de incêndios, estes últimos não estão de acordo com a legislação em vigor.

Na sequência desta inspecções, Pinto Nogueira refere no comunicado que o"atual poder político" mostrou "receptividade e compreensão para o problema". Porém, declara: "Não chega. É necessário chegar à prática.Os magistrados do Porto não querem luxos que, aliás, foram conferidos a Lisboa". Ou seja, às novas instalações do Campus da Justiça, no Parque das Nações.

Carlos Rodrigues Lima | Diário de Notícias | 23-04-2012

Comentários (3)


Exibir/Esconder comentários
...
O senhor PGA Pinto Nogueira deve saber que pertence ao pilar incómodo para o Conselho de Administração do Conglomerado internacional Portugal INC. Ninguem avisado vai investir fundos en equipamento absoleto para a modernização do Portugal do século 21. Aliàs Pinto Nogueira pertence à brigada do reumático e os lobos cinzentos que actualmente gerem o País privatizado e livre da carapaça burocrática dum Estado anquilosado com contabilidade pública, orçamento com rubricas espartilho à "agilização" dos dispêndios dos montantes orçamentados, os lobos cinzentos, com os peitos concavos ornados de diplomas de doutorados, dizia, estão-se nas tintas para a sua ameaça de fechar essa nova tecnologia da investigação que não descobre nada em que o MP foi transformado. Cá por mim pode fechar isso que chama DIAP, puxar o autoclismo e bater a porta. Aliàs o fim da linha não deve estar longe e não faltará um lobo cinzento dotado das modernas tecnologias de Bolonha. e com apurada formação partidária que lhe cobice o lugar.Feche a loja senhor PJA. Este modesto i inútil cidadão agradece.
Barracuda , 24 Abril 2012 | url
O que faz falta...
É só esperar que o Conde Rodrigues volte ao activo...ele arrenda já umas instalações por uns míseros milhões de euros na zona mais nobre do Porto!!!
Miguel Ferreira , 24 Abril 2012 | url
...
Hás vezes é preciso abanar os colarinhos, para que se tomem atitudes neste país! Bem haja Sr. Dr. Pinto Nogueira por o ter feito de forma tão elegante!!!
lila , 30 Abril 2012

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

A estrutura da InVerbis está organizada por anos e classificada nos correspondentes directórios.Os conteúdos publicado...

O Estado assumiu, através da empresa pública Parvalorem, a dívida de quase 10 milhões de euros de duas empresas de Vítor...

Dos 118 homicídios cometidos em 2012, 63 tiveram familiares como protagonistas • Cinco pais e 18 padrastos detidos por a...

Pedro Lomba - Na primeira metade do ano o ajustamento negociado com a troika correu dentro do normal e expectável. Mas d...

Últimos comentários

Tradução automática

Forense Magistrados: Ministério Público Procurador ameaça fechar DIAP do Porto

© InVerbis | 2012 | ISSN 2182-3138 

Sítios do Portal Verbo Jurídico