In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2012

Advogada presa por assaltar idosas

  • PDF

Advogada rouba 15 idosas na rua. Os pais de Ana ..., 38 anos, deram a jurista como desaparecida. Andava desde o início do mês, no seu carro, com o namorado, a atacar por esticão

Quando foram à esquadra participar o desaparecimento da filha, a 25 de Março, os pais de Ana ... estavam longe de imaginar o mês seguinte da advogada, aos 38 anos – lançada com o namorado, no seu carro, numa vaga de 15 roubos violentos a idosas, em Lisboa.

Promissora jurista da ANA Aeroportos, por onde passou depois de licenciada na Universidade Autónoma de Lisboa, e inscrita desde 2006 na Ordem dos Advogados, está sem emprego. Encontrou solução no crime, até que anteontem se tramou pela matrícula do seu Opel Corsa branco – já referenciado pelos agentes da 3ª Esquadra de Investigação Criminal da PSP de Lisboa. Foi detida com o namorado, Rui ..., por uma vaga de 15 roubos na rua, entre 30 de Março e 16 de Abril.

Os alvos estavam definidos – sempre idosas, acima dos 75 anos, a circularem no passeio de mala na mão. A advogada seguia, por norma, ao volante, encostando o carro às vítimas e o namorado, 31 anos, saía para roubar os pertences às mulheres, por esticão.

A violência fez com que algumas das vítimas sofressem ferimentos, ao caírem no chão, enquanto Rui Araújo entrava para o Opel Corsa e Ana ... acelerava a alta velocidade. O casal de assaltantes está já reconhecido em quatro situações – duas na última segunda-feira, a idosas de 76 anos; no dia 7, a uma vítima da mesma idade; e no passado domingo, a uma mulher de 81 anos. Mas, pela descrição feita pelas outras 11 vítimas, desde 30 de Março, nomeadamente em relação ao carro e à matrícula, é possível ligá-los a esses crimes.

Por isso, a PSP prendeu-os anteontem, na investigação coordenada pela Unidade Especial de Combate ao Crime Violento do DIAP de Lisboa. Rui foi visto no Opel dos crimes, perseguido no bairro da Cruz Vermelha e alvo de busca à sua casa. A advogada estava no quarto.

Henrique Araújo | Correio da Manhã | 20-04-2012

Comentários (7)


Exibir/Esconder comentários
...
Espero que ao menos o sr Marinho tenha alguma coisa a dizer em defesa da arguida... não se ponha a dizer que os advbogados são ladrões, que roubam velhinhas na rua! Mais a sério: lamentável, mas fruta da época.
incrível , 20 Abril 2012
...
Parece-me aparentemente, (passe o pleonasmo) tratar-se de um caso de crise aguda, ou de toxicodependencia. Em alternativa será uma paixão tipo Bonnie end Clyde.
Enfim, os tempos de crise atingem mais uns que outros.
Já havia casos de policias que andam por aí a "fazer-se á vida"!
Chegou agora a vez aos advogados.
Preocupar-me -ei se chegar a vez aos juízes!
Dos politicos nem falamos que esses andam "a fazer-se á vida" desde sempre.... e ninguèm bufa....
Pedro Só , 20 Abril 2012
Notícia desonesta
Imaginem outro título: Desempregada presa, mulher, quarentona, filha, etc.
O que tem a ver o facto com advogada?
Ela tem escritório? Exerce? Roubava no escritório, no exercicio da profissão, etc.?
A. M. , 20 Abril 2012
...
Como vou dizer isto sem cair na boçalidade?...

B*D*LH*C*S!...
Giulia , 20 Abril 2012
...
É certo que a notícia manipula a profissão de forma sensacionalista. Seria o mesmo se fosse médica, polícia, funcionário judicial, etc.
A profissão seria, provavelmente, omitida se fosse um canalizador a assaltar as casas enquanto lá trabalhava.

Mas sempre terá a vantagem de trazer à discussão - embora talvez poucos o queiram fazer - a questão do acesso à profissão nos últimos anos, que não é de agora nem de Bolonha.
Cada vez é mais necessário restringir o acesso a profissões que devam ser garantidas pelos respectivos Colégios. Pode discutir-se como mas não se.
Mário Rama da Silva , 20 Abril 2012
...
Claro caro Rama da Silva. Faça-se estágios de 10 anos, exames sem nexo e pronto.
É que, com tanta faculdade em PT nunca passa pela cabeça de ninguém que realmente existam alunos decentes e... MUITOS!!!!
ccc , 07 Maio 2012
...
Escandalizados por o título referir «advogada»?
Curioso, mas não se escandalizam, antes pelo contrário, soltam logo o seu racismo mais primário, quando os títulos referem «ciganos» em vez de referirem indíviduos ou simplesmente... pessoas.
Falido e mal pago , 08 Maio 2012

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

A estrutura da InVerbis está organizada por anos e classificada nos correspondentes directórios.Os conteúdos publicado...

O Estado assumiu, através da empresa pública Parvalorem, a dívida de quase 10 milhões de euros de duas empresas de Vítor...

Dos 118 homicídios cometidos em 2012, 63 tiveram familiares como protagonistas • Cinco pais e 18 padrastos detidos por a...

Pedro Lomba - Na primeira metade do ano o ajustamento negociado com a troika correu dentro do normal e expectável. Mas d...

Últimos comentários

Tradução automática

Forense Profissionais Liberais: Advogados Advogada presa por assaltar idosas

© InVerbis | 2012 | ISSN 2182-3138 

Sítios do Portal Verbo Jurídico