In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2015

Tribunal do Seixal foi assaltado durante a noite

  • PDF

Os assaltantes esperaram que o último vigilante do edifício saísse de serviço e, já depois da meia-noite da última quinta-feira, invadiram tranquilamente o Tribunal do Seixal. Entraram por uma janela, depois de terem partido o vidro, e passearam-se sozinhos pelo Palácio de Justiça. A Polícia Judiciária de Setúbal foi chamada a investigar o que pode ter sido um roubo cirúrgico. Ou seja, há suspeitas de que tenham sido levados processos.

O crime, que terá ficado registado por imagens de videovigilância, só foi descoberto depois das oito da manhã dessa quinta-feira, quando os funcionários das secretarias judiciais começaram a entrar ao serviço. A PSP do Seixal enviou logo ao local várias patrulhas. De acordo com algumas testemunhas, um vidro de uma janela do edifício do tribunal, no piso térreo, foi partido à pedrada.

Perante a ausência de vigilância, os ladrões "passearam à vontade em vários pontos do tribunal". As primeiras investigações indicam que os assaltantes terão andado em várias secretarias, não só de juízos criminais, como também de juízos cíveis e conservatórias. Os chaveiros que guardam as chaves das portas e dos armários do tribunal foram todos remexidos. Há danos em fechaduras de portas.

A PSP constatou os danos causados pelos assaltantes: foram encontrados muitos processos e outra documentação espalhados no chão. Ao final da tarde de quinta-feira fazia-se ainda o inventário de todos os processos, não sendo ainda possível constatar se foram desviados processos.

Não foi levado dinheiro. A Judiciária de Setúbal foi chamada a investigar, já que por lei tem competência de investigação em ataque a órgãos de soberania.

O Ministério da Justiça diz que não foi prestada qualquer informação sobre este furto à Direção-Geral da Administração da Justiça, que apoia o funcionamento dos tribunais.

ADN Agência de Notícias | 16-10-2015

Comentários (4)


Exibir/Esconder comentários
...
Mais uma vez digo: vergonha! Afinal onde está a segurança que ainda há dias foi anunciada, e que está descrita num post desta Revista, mais abaixo?
Indignado , 18 Outubro 2015 - 14:42:41 hr.
...
Sobre isto o CSM não tem nem quer ter qualquer "gestão estratégica", como agora está na moda. Os objectivos são são para reduzir os juízes a simples escravos dos números e das tabelas elaboradas por nem se sabe quem, obrigados a trabalhar em condições degradadas e degragantes, sem segurança, sem funcionários. Parabéns, estão no caminho certo da soberania sem honra.
Pearl Harbor , 18 Outubro 2015 - 15:13:11 hr.
...
É sinonimo de que a justiça em Portugal está de tanga. Anda muita gente a fazer caridade na hora de serviço.

Continuem a aplicar penas suspensas a arguidos que já gozam de penas suspensas. Já vi um caso de um arguido ter 7 penas suspensas por roubos e o MP pedir nova pena suspensa... (como é que isto pode ser??)

A justiça actualmente está orientada para o processo, pois o que mais interessa é dar as famosas baixas. Resolver o que está dentro dos processos, que nada mais é que a vida em sociedade, ninguém quer, pois há recursos e coisas chatas que advêm dos mesmos.

Os tribunais estão descredibilizados por culpa própria e cabe a estes lutar pelo prestigio e respeito que deve ser merecido numa sociedade que se diz moderna.



Rocas , 18 Outubro 2015 - 17:09:44 hr.
E o alarme
ligado à central de alarmes não funcionou? Ou já não têm verbas?

Está tudo uma miséria neste País.
É bem possível ter sido um alegado furto cirúrgico. De vez em quando desapareciam processos (e havia a famosa reforma dos autos) e nunca havia culpados...
h , 20 Outubro 2015 - 18:11:46 hr.

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

Com o termo do ano de 2015, cessaram as publicações de conteúdos nesta Revista Digital de 2015.Para aceder aos conteúdos...

Relatório de gestão da comarca de Lisboa revela falta de dinheiro para impressoras, papel higiénico, envelopes e lâmpada...

Mudança ignorou dúvidas de constitucionalidade levantadas pelos dois conselhos superiores dos tribunais, pela Associação...

Portugal assinala 30 anos de integração europeia a 1 de Janeiro, e três décadas depois de ter aderido à então Comunidade...

Últimos comentários

Atualidade Tribunais Tribunal do Seixal foi assaltado durante a noite

© InVerbis | Revista Digital | 2015.

Arquivos

• Arquivos 2012 | 2013 |2014 |
Arquivo 2007-2011
Blog Verbo Jurídico
(findo)

Sítios do Portal Verbo Jurídico