In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2015

PSP e procurador expulsos à pedrada

  • PDF

Reconstituição de intervenção policial na Cova da Moura interrompida por desacatos.

Vinte e sete polícias e um procurador do Ministério Público foram expulsos à pedrada, ontem de manhã, do bairro da Cova da Moura, na Amadora. Foi assim interrompida a reconstituição dos factos ocorridos a 5 de fevereiro deste ano – invasão à esquadra de Alfragide e apedrejamento de uma viatura da PSP -, que originaram a abertura de processos dis ciplinaresa nove polícias, três dos quais estão suspensos. Tal como o CM noticiou na segunda-feira, a reconstituição foi pedida pela defesa dos três agentes suspensos pela Inspeção – Geral de Administração Interna (IGAI) desde julho e que pertencem à Equipa de Intervenção Rápida (EIR) da PSP da Amadora.

Segundo o inquérito realizado pela IGAI, estão a ser investigadas as circunstâncias em que ocorreu uma tentativa de invasão em grupo à esquadra da PSP de Alfragide, para libertar um detido. Pouco tempo depois de ter sido evitada a invasão, a PSP é chamada à Cova da Moura. Ali, uma viatura policial é apedrejada e um agente fica ferido. É nes temomento que um jovem do bairro afirma ter sido espancado por vários agentes das Equipa de Interven çãoRápida. Os polícias visados foram alvo de processos disciplinares. Para garantir a segurança da reconstituição, a IGAI pediu um reforço policial. Assim, estiveram presentes duas EIR (16 agentes), mais sete polícias do efetivo da Divisão da Amadora e quatro para regular o trânsito. Todo este ef etivo foi insuficiente quando começaram a chover pedras, no cruzamento da avenida da República com a rua Principal da Cova da Moura. Por ordem do procurador do Ministério Público presente a reconstituição foiinterrompida, desconhecendo-se, para já, se será repetida.

PORMENORES
90 dias foi a pena já cumprida pelos polícias suspensos. Têm mais 90 dias.

"ZONA TRANQUILA"
No inquérito da IGAI, a Cova da Moura é classificada como uma "zona tranquila".

Miguel Curado | Correio da Manhã | 21-11-2015

Comentários (15)


Exibir/Esconder comentários
falhou o alvo ... mas chegam respostas desportivas
Algo semelhante aconteceu com um anão,a troco de uns trocados fez uma linda figura na grande área, a insultar quem é mais do que ele alguma vez será. Chegou ao Aleixo disse o que quis na frente de uns quantos que tinham que o ouvir, senão quando chegassem a casa comiam pela certa. O anão era mais novo do que é hoje, menos grisalho, mas cheio de manha a que chama sabedoria e talento, feio sempre, dizia-se sabichão. Não houve pedrada ... não devemos insultar o anão isso é demais ... bater-lhe é o certo. Hoje, o anão tem um emprego ... dentro da área dele, como sempre, o que o torna cada vez mais grisalho e passado, é isso, os empregos dos sabichões envelhecem. Não era procurador do Ministério Público nem juíz, aliás ele dizia que os juízes são burros, é fácil de ver ... o anão era advogado e professor . A ciganada se o apanha ... é pedrada na certa. smilies/cheesy.gif
Wednesday Addams, WA , 21 Novembro 2015 - 18:05:02 hr.
...
Temos de ver o lado positivo da "coisa", após esta chuvada de "pedraça" certamente que IGAI vai rever a sua definição de "zona calma", não há nada como sofrer na pele.

Penso eu de que...
XPTO , 21 Novembro 2015 - 20:23:23 hr.
ADOOREI!
Gostei! E depois dizem que os ciganos e os pretos não têm mais direitos que os outros!
Os outros como eu não podemos apredejar ninguém. Eles podem. Enquanto o Estado me confisca trinta e cinco por cento da minha reforma privada, para que descontava mil duzentos e trinta e oito euros por mês, estes recebem rendimento mínimo, casa de graça, água e luz subsidiada. Claro, tudo com os meus impostos e poupanças!
Depois queixem-se do racismo e da xenofobia! Péricles é que tinha razãoquando criou essa palavra quinhentos anos antes de Cristo.
Silva , 22 Novembro 2015 - 08:48:45 hr.
Naquelas zonas, nada de novo.
Assim se ficou a saber o que os policiais têm de gramar diariamente sempre que têm de intervir naquela zona ou outras semelhantes.
Bastou que uns tantos e*********os afirmassem ter sido maltratados pelos polícias para que fossem instaurados procedimentos disciplinares aos agentes daquela esquadra.
Aguarda-se a mesma convicção para que sejam instaurados agora processos crime contra os "cidadãos" que andaram à pedrada aos instrutores e arguidos daqueles processos.
Luis , 22 Novembro 2015 - 18:01:22 hr. | url
Fezadas?
Não faço fé em ninguém!
Detesto todo o tipo de bandidagem com especial incidência na bandidagem violenta , mas não vejo onde é que os ciganos e os negros são mais violentos que a bandidagem branca!
Só a maior bruteza racista põe as coisas nestes termos! Quando os maiores assassinos são de leste, esquecem-se de mencionar que são "branquinhos". Quando são portugueses ou espanhóis , não lhes chamam brancos escuros ,como é definido o tipo mediterrânico onde nos integramos na generalidade.
Consequentemente estes arremedos racistas são provenientes muitas vezes de racistas skins que se infiltram nas forças da ordem com o intuito deliberado de provocar tumultos raciais ou que são aí convertidos á "causa" por outros!
Aliás o que é que se pode esperar em consequência de acções repetidas e muitas vezes -de rotina- ahahahah! em guetos maioritáriamente habitados por ciganos e africanos? Ser recebido por uma manif de aplausos de louros de olhos azuis?
Deveria tal como nos USA onde a barbárie policial racista é de todos conhecida e inegável, ser obrigatório o uso de gravações video em todas as operações policiais.
Felizmente que as câmaras de video andam agora nas mãos de toda a gente e é em certos casos mais fácil ver quem são os ditos e--------os! Basta recordar o caso do adepto do futebol e o sr policia!
Ora ao contrário do que se diz estes casos não são excepcionais! são comuns apesar de não constituirem a regra. Quanto aos cops dos EUA que tantos policias por cá admiram , veja-se a quantidade de casos em que o racismo puro e duro impera!
Por outro lado as autoridades policiais têm feito algum bom trabalho eliminando das forças da ordem muitos dos indignos,uma vez que só nos últimos dois anos 47 profissionais foram expulsos e ou condenados.
Este número só por si ultrapassa todas as outras profissões de serviço público no seu conjunto!
Seria curioso refletir-mos porquê.
http://www.dn.pt/portugal/inte...39360.html
João das Regras , 23 Novembro 2015 - 15:25:48 hr.
Que reconstituição
Tiveram de fugir 27 policias e um procurador. Naquele dia aconteceu o mesmo e eram bem menos polícias e era de noite. O Sr. procurador com certeza ficou ciente dos problemas do que é lidar com escumalha ainda para mais neste caso em concreto com superioridade numérica.

Melhor reconstituição não podia haver...
Rocas , 24 Novembro 2015 - 13:36:48 hr.
...
Uma reconstituição talvez demasiado realista...............
Valmoster , 24 Novembro 2015 - 15:36:57 hr.
OPS!
Vejam lá caro Silva e outros defensores dos sistemas raciais que agora a extrema esquerda pôs uma preta como Ministra da Justiça!
Aposto que o Secretário de Estado vai ser cigano!
Agora é que vai ser pedrada nos policias, vai, vai....
Cuidadoso , 24 Novembro 2015 - 18:08:06 hr.
...
Não sou racista. Pelo contrário. Até tive uma namorada mulata.
Mas não gosto de pagar impostos para quem vive do meu suor! Vá aos correios e veja quem recebe o rendimento mínimo, veja os telemóveis deles e quem toma o pequeno almoço no café.
E pergunte nos bancos.
Ainda hoje vi no correio pessoas a queixar-se dos que recebem o rendimento mínimo...
SILVA , 25 Novembro 2015 - 14:25:57 hr.
Rendimentos minimos...
Caro Silva.
Eu também não acredito em bruxas...mas lá que as há...
Quem emprega os ciganos? Conhece alguma solução de trabalho para essa etnia? Diz "o povo" que os ciganos não querem trabalhar! Não vão para as fábricas, não se agarram á enxada, não vão guardar ovelhas, não vão cortar mato...Será isso?
Mostre-me alguém que tentasse empregar ciganos!
E não estou a falar de biscates! (Já tive ciganos a fazer-me alguns biscates agricolas)
Porque razão são as ciganas excluidas da escolaridade obrigatória? E porque razão as senhoras da segurança social não retiram aos pais as crianças ciganas que vivem por esses barracos fora sem condições de habitação e de higiene?
Algo que provavelmente não saberá é que os ciganos, quando há séculos chegaram á europa, foram capturados e escravizados. A possibilidade de serem escravizados em qualquer lado criou o nomadismo em grupos que tal como os judeus nem sequer eram nomadas. Aliás os casos de escravatura cigana são ainda comuns em países como a Roménia.
Aliás, se eu tivesse tido o azar ,- ou a sorte, conforme as perspectivas- de nascer cigano, fugiria do trabalho dos gadjes como o diabo da cruz!
Quanto ao rendimento minimo, apresente-me as disposições legais onde este são beneficiados relativamente aos outros portugueses.
Diga-me ainda quantos empregos foram recusados pelos ciganos inscritos nos Centros de Emprego.


Cuidadoso , 25 Novembro 2015 - 19:39:26 hr.
...
Quero lá saber se é preto, cigano ou árabe? O que não tolero é que me dê uma facada, um tiro e me roube!
O comentador anterior vive em Júpiter.
Vá aos correios e veja-os a gritar, os filhos deles a pegar nos livros da montra e a sujá-los, a gritar nos centros de saúde e ameaçar as funcionárias.
SILVA , 26 Novembro 2015 - 08:44:39 hr.
Planetas...
Caro Silva:
Relativamente ao meu endereço, é no planeta terra e com os pés bem assentes na mesma.
Felizmente nunca vi nos correios algo assim e olhe que me desloco bastas vezes aos ctt. Já vi muitos ciganos a lamentarem-se alto e bom som, a berrarem com a miudagem nos centros comerciais, a pedicharem qualquer coisinha de forma insistente, e até ouvi falar de roubos de sucata que ainda o não era por algumas quintas das redondezas da vila onde vivo.
No entanto se eu for fazer o balanço entre os danos que a ciganada provoca nos meus bolsos enquanto cidadão por um lado e enquanto contribuinte por outro ,e os senhores da banca, os politicos corruptos, os empresários gatunos, o fisco que vigariza e rouba descaradamente e á margem da lei,
PREFIRO CLARAMENTE TODOS OS DANOS CAUSADOS PELA CIGANADA!
Cuidadoso , 26 Novembro 2015 - 11:39:03 hr.
...
Coitadinho,
Confunde alhos com bugalhos.
Esses também roubam mais.
SILVA , 26 Novembro 2015 - 12:40:21 hr.
Caríssimo Cuidadoso
Caríssimo Cuidado, aqui vai em jeito de resposta.

Atirou-se dinheiro e continua-se a fazer a mesma coisa em nome da integração. Pergunto-lhe se algo mudou com a integração dos ciganos?

Segundo, sou trabalhador por conta de outrem. Quando vou fazer o IRS já tenho tudo preenchido pois o estado obriga as variadíssimas entidades a comunicarem rendimentos prestações da habitação etc.

Agora diga-me, como é que um cigano paga um espaço no mercado X à câmara municipal X para poder fazer a venda, que é o seu trabalho, e depois o mesmo estado lhe dá um rendimento mínimo porque este mesmo cidadão que paga à câmara municipal para trabalhar afinal não trabalha? É curioso não é, já pensou nisto?

cheguei a viver numa aldeia à uns 30 anos onde população e ciganos andavam unidos. os filhos de uns batiam uns nos outros, coisas de crianças da terriola não se olhando a qualquer etnia. Os ciganitos entravam na casa de qualquer um e o contrário também era verdade. hoje em dia não vejo isso, pois foi o estado que começou desde logo a tratar os ciganos como diferentes.

Em nome da integração vi muita gente ganhar bons empregos no estado e instituições que a sugam na área da psicologia, emat's, etc.

De resto não vi mais nada...

Rocas , 26 Novembro 2015 - 17:13:18 hr.
AH
Tem razão.
A "integração" é para "integrar" dinheiro nos bolsos dos seus responsáveis e funcionários.
Depois usam-se argumentos pseudoculturais que na realidade apenas visam transformar em "cultura" a incultura, a ignorância e a pobreza cigana!
Também as crianças ciganas são EXCLUIDAS das regras e normas da Segurança Social!
É ainda evidente o caso da curta escolaridade feminina, e mesmo a dos rapazes é marginal. Todos sabemos que os ciganos NÃO se querem integrar, mas ninguém se preocupa em saber PORQUÊ, limitando-se a repetir os estereótipos do costume.
Quanto aos feirantes receberem o rendimento mínimo, sem terem direito a ele, a culpa será do Fisco e das entidades responsáveis. (PONTO)
Aliás é absolutamente ridículo exigir aos ciganos um comportamento ético e moral que as grandes e bem sonantes famílias deste país não possuem, fugindo dos impostos como o diabo da cruz!
Mas isso de utilizar off shores soa fino e pouco criticável despertando o mais representativo nacional-sentimento que é sem dúvida a inveja.
Se a nacional maralha que anda por aí a tentar fuçar o ordenado mínimo de 500 euros tivesse capacidade para arranjar uma mulher que lhe desse 8 ou 10 filhos, viveria certamente do rendimento mínimo.
Os mais espertos fariam como alguns que eu conheço, emigrando por 4 meses para as colheitas noutros países europeus, aforrando cerca de 1500 euros mensais e regressando com 6000 euros (livres de impostos) e OITO MESES DE FÉRIAS entremeados por alguns biscates, e até com algum desdém, justificado, penso eu por aqueles que por cá penam todo o ano por ganhar a mesma coisa.
Cuidadoso , 26 Novembro 2015 - 18:08:26 hr.

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

Com o termo do ano de 2015, cessaram as publicações de conteúdos nesta Revista Digital de 2015.Para aceder aos conteúdos...

Relatório de gestão da comarca de Lisboa revela falta de dinheiro para impressoras, papel higiénico, envelopes e lâmpada...

Mudança ignorou dúvidas de constitucionalidade levantadas pelos dois conselhos superiores dos tribunais, pela Associação...

Portugal assinala 30 anos de integração europeia a 1 de Janeiro, e três décadas depois de ter aderido à então Comunidade...

Últimos comentários

Atualidade Tribunais PSP e procurador expulsos à pedrada

© InVerbis | Revista Digital | 2015.

Arquivos

• Arquivos 2012 | 2013 |2014 |
Arquivo 2007-2011
Blog Verbo Jurídico
(findo)

Sítios do Portal Verbo Jurídico