In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2015

Comarca da Madeira com menos 900 processos pendentes

  • PDF

O presidente da Comarca da Madeira, Paulo Barreto, afirmou esta quinta-feira que os tribunais da região conseguiram reduzir aproximadamente 900 dos cerca de 31 mil processos pendentes nesta região no primeiro ano após a sua criação.

O magistrado, que falava no âmbito das I Jornadas da Comarca da Madeira, no Funchal, com cerca de duas centenas de pessoas, disse que o encontro visa "abrir a justiça à comunidade", mostrar como esta funciona na região e fazer um balanço dos problemas e do trabalho desenvolvido.

"Começamos com cerca de 30.900 e tal [processos pendentes] e estamos agora com 30 mil e setenta e poucos. Este ano baixámos cerca de 900", disse o responsável à agência Lusa.

Paulo Barreto declarou que o quadro de magistrados judiciais e procuradores na Comarca da Madeira "está completo" e que a inclusão de mais nove oficiais de justiça, na passada semana, permite melhorar o funcionamento do setor na região.

"Ficámos satisfeitos e este ano tem de ser a melhorar", apontou o juiz desembargador, sublinhando que "há muitas dificuldades, muito trabalho a fazer, mas estão todos empenhados nisso".

Correio da Manhã | 22-10-2015

Comentários (5)


Exibir/Esconder comentários
...
Ora aí estão os sinais destes novos tempos, com a famosa monotorização e os não menos famosos objectivos processuais. "Esta comarca é melhor do que aquela. Aquela tem julgamentos marcados a menor distância. Na outra, a duração dos processos é inferior à das restantes. Há ainda outra comarca onde os processos entrados são metade dos findos."
E a qualidade das decisões e do serviço que se presta, meus senhores? Não ocorrerá "monotorizar", promover e dar alguma atenção também?
Não estaremos todos demasiadamente preocupados e ocupados com números? Números de processos findos, de decisões de mérito dadas, de julgamentos marcados, de acções de formação frequentadas e de mestrados completados?
Isto é tudo muito bonito, mas... , 22 Outubro 2015 - 18:43:21 hr.
...
Os números sempre os números.
Esses 900 que baixaram correspondem a casos pendentes ou estavam a marinar à espera de sabe-se lá o quê.
Os processos que correspondem a casos pendentes baixaram como ? Por decisão em resultado de julgamento ou por acordo ?
Os que baixaram em resultado de julgamento foram bem decididos ?
Quantos são causas cíveis e quantos são crime ?
Que tipo de processos cível foram resolvidos (execuções, acções de processo comum, acções especiais, etc.).
No que respeita a crime quantos foram, pelo menos, os processos comuns e os processos especiais.
E fico-me por aqui.
Tantas perguntas que se podem colocar para se achar uma análise qualitativa não é ?
Tchau.
Ai Ai , 22 Outubro 2015 - 22:33:06 hr.
...
não se trata de monotorização.A trabalhar assim tanto é mais motorização.
já agora qual será o segredo'
alberto joão , 23 Outubro 2015 - 16:18:49 hr.
...
Ando cá há 30 anos e esta notícia diz-me isto: a estatística é o que sempre foi, ou seja: dois homens vão ao restaurante, um come um frango e o outro bebe um copo de água. Ambos comeram meio frango e beberam meio copo de água. Boa noite a todos.
30 anos depois , 24 Outubro 2015 - 22:01:36 hr.
Justiça a quem chega
Será que a justiça chegou a mais cidadãos? Aquela justiça que todos esperam e não vêm resolvida, sim, aquela que resolve os problemas das pessoas não os problemas que são os próprios processos. Há que distinguir os processos que resolveram o seu próprio problema (pendência) daqueles que resolveram os problemas das pessoas. O que cada vez mais vejo é os inquéritos serem resolvidos porque sim sem ter aplicabilidade prática nenhuma nem terem sido tramitados com o objectivo e direcção a que se propunham e mereciam... Em muito bom sítio empurrasse o problema para à frente na esperança que haja alguém que o resolva de futuro (agora arquivo ou acuso mal mas resolvo o meu problema mas já sei que isto não vai resolver nada,,,)

Alguém que ponha a mão na consciência. Não esperem para o próximo processo o que a Justiça pode fazer no que se está a tramitar, ele vai voltar e com gente ainda mais parva para aturar pois já estão fartos de aturar o sistema...
ROCAS , 27 Outubro 2015 - 14:41:36 hr.

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

Com o termo do ano de 2015, cessaram as publicações de conteúdos nesta Revista Digital de 2015.Para aceder aos conteúdos...

Relatório de gestão da comarca de Lisboa revela falta de dinheiro para impressoras, papel higiénico, envelopes e lâmpada...

Mudança ignorou dúvidas de constitucionalidade levantadas pelos dois conselhos superiores dos tribunais, pela Associação...

Portugal assinala 30 anos de integração europeia a 1 de Janeiro, e três décadas depois de ter aderido à então Comunidade...

Últimos comentários

Atualidade Tribunais Comarca da Madeira com menos 900 processos pendentes

© InVerbis | Revista Digital | 2015.

Arquivos

• Arquivos 2012 | 2013 |2014 |
Arquivo 2007-2011
Blog Verbo Jurídico
(findo)

Sítios do Portal Verbo Jurídico