In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2015

PS quer repor viagens gratuitas para ferroviários e família

  • PDF

Os funcionários das empresas de transporte ferroviário, bem como os seus familiares e reformados do sector, devem voltar a viajar gratuitamente de comboio, propõe o PS. Também o Bloco e o PCP apresentaram propostas no mesmo sentido.

O grupo parlamentar do PS recomenda ao Governo de António Costa que reponha as concessões de viagens no transporte ferroviário. Trata-se de um benefício concedido aos funcionários da CP e aos seus familiares, bem como aos reformados do sector, que lhes permite viajar gratuitamente de comboio. Esse benefício foi eliminado no Orçamento do Estado de 2013 e os socialistas querem agora repô-lo.

Actualmente, os funcionários ferroviários só têm viagens gratuitas na deslocação entre casa e o trabalho ou no exercício das respectivas funções.

O projecto de resolução do PS foi apresentado esta quarta-feira pelos deputados Hugo Costa, António Gameiro, Idália Salvador Serrão, Sónia Fertuzinhos, Luís Testa e João Galamba. E junta-se a outros dois projectos de resolução apresentados ainda no final de Novembro pelo PCP e a 1 de Dezembro pelo Bloco de Esquerda, que também exigem o regresso das viagens gratuitas.

De acordo com o texto dos socialistas, "a utilização de transporte ferroviário sem custos pelos trabalhadores, familiares e reformados do sector é uma prática largamente utilizada desde o século XIX, funcionando como parte integrante das remunerações e resultando do processo de negociação colectiva".

A eliminação das viagens gratuitas, entrada em vigor em 2013, teve "um impacto muito significativo nos ferroviários e nas suas famílias, deixando o Estado de ser o garante dos direitos dos trabalhadores do sector".

As viagens gratuitas para os ferroviários permitiram "o desenvolvimento de regiões do interior de onde eram originários os ferroviários, permitindo a sua participação na vida associativa e investimento nas suas regiões de origem", e a sua eliminação foi muito contestada pelos sindicatos do sector.

Em 2013, também foi eliminado o direito a viajar gratuitamente aos funcionários das empresas públicas de transporte rodoviário e fluvial. Sobre esses sectores, nenhum partido apresentou propostas.

Bruno Simões | Jornal de Negócios | 09-12-2015

Comentários (1)


Exibir/Esconder comentários
tretas e mais tretas
"A eliminação das viagens gratuitas"
Gratuitas uma ova!
A existência dessas viagens para os ferroviários e familias, nada mais era que uma condição contratual dos mesmos comum a todas as companhias ferroviárias da Europa ou mesmo do mundo. Essa "benesse" em absolutamente nada afectava as companhias e muito pelo contrario contribuia para uma relação laboral mais equilibrada.
Os mentores e os defensores do desmantelamento dos Estados e do capitalismo selvático, começaram por classificar como "benesses", direitos e outras formas de pagamento para além do montante em dinheiro do salário, não pelo seu valor económico, mas por serem um mau exemplo, para o sistema, na medida em que dá aos trabalhadores a esperança de poderem auferir compensações pelo seu trabalho, de outra natureza que não a salarial. Isso é reservado apenas a quadros superiores de empresas do sistema capitalista e não á ralé de vilões e servos!


Kill Bill , 11 Dezembro 2015 - 15:57:13 hr.

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

Com o termo do ano de 2015, cessaram as publicações de conteúdos nesta Revista Digital de 2015.Para aceder aos conteúdos...

Relatório de gestão da comarca de Lisboa revela falta de dinheiro para impressoras, papel higiénico, envelopes e lâmpada...

Mudança ignorou dúvidas de constitucionalidade levantadas pelos dois conselhos superiores dos tribunais, pela Associação...

Portugal assinala 30 anos de integração europeia a 1 de Janeiro, e três décadas depois de ter aderido à então Comunidade...

Últimos comentários

Atualidade Sistema Político PS quer repor viagens gratuitas para ferroviários e família

© InVerbis | Revista Digital | 2015.

Arquivos

• Arquivos 2012 | 2013 |2014 |
Arquivo 2007-2011
Blog Verbo Jurídico
(findo)

Sítios do Portal Verbo Jurídico