In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2014

Magistrada alvo de fúria na net

  • PDF

Procuradora do Ministério Público insultada porque pediu absolvição e penas suspensas.

A procuradora do Ministério Público da 6ª Vara Criminal de Lisboa que pediu a absolvição de cinco dos oito arguidos do caso das agressões a jovens do Colégio Militar – e penas suspensas para os outros estáa ser alvo de insultos na internet, acusada de favorecer os oito ex-alunos da instituição de ensino sob a alçada do Exército.

A magistrada, recorde-se, entendeu que o crime cometido pelo grupo não é de maus tratos, cuja moldura penal vai até aos cinco anos de prisão, mas sim de ofensas corporais simples, que é punível com cadeia até três anos.

O Ministério Público defendeu que a pena a aplicar aos três arguidos para quem pediu condenação deve ser suspensa, tendo a procuradora sugerido a sua substituição por trabalho a favor da comunidade. Ontem, na continuação das alegações finais do julgamento, um dos advogados fez referência aos insultos de que a procuradora está a ser alvo em sites e disse que os próprios oito arguidos têm sido alvo de injúrias e insultos nas redes sociais.

Recorde-se que os jovens estão a ser julgados por entre 2006 e 2008 terem agredido alunos mais novos do Colégio Militar. Uma das vítimas ficou com o tímpano perfurado na sequência de uma violenta bofetada.

Magali Pinto | Correio da Manhã | 14-01-2014

Comentários (0)


Exibir/Esconder comentários

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

Com o termo do ano de 2014, cessaram as publicações de conteúdos nesta Revista Digital de 2014.Para aceder aos conteúdos...


O número de funcionários judiciais diminuiu 9,9 por cento em seis anos, enquanto os magistrados do Ministério Público au...

A partir de 1 de janeiro, os médicos vão recuperar os 20% tirados ao pagamento do trabalho extraordinário. ...

Últimos comentários

Forense Magistrados: Ministério Público Magistrada alvo de fúria na net

© InVerbis | Revista Digital | 2014.

Sítios do Portal Verbo Jurídico