Homicida aplaudido pelo povo

Ismael Vicente saiu ontem do tribunal às 15h00 e foi aplaudido por vizinhos de Vilarinho da Castanheira, Carrazeda de Ansiães.

Os amigos esperavam-no à porta do tribunal – onde confessou o homicídio da vizinha Idalina, a 4 de agosto – e incentivaram-no até. "Força Ismael", gritavam, indiferentes à dor de uma menina de 13 anos que viu a mãe ser esfaqueada à sua frente e ainda assistiu ao sofrimento da tia, depois de também ter sido atacada.

Ismael, 38 anos, que ficou preso, garantiu que o alvo não era Idalina Trigo. A sua fúria direcionava-se para a cunhada, Celeste, que feriu.

Correio da Manhã |21-08-2014