In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2013

Justiça e Opinião Pública

  • PDF

Nunca se leu e ouviu falar tanto, em Portugal, de Juízes e de Tribunais, como nos dias de hoje.

Do habitualmente sereno cidadão, até ao mais efusivo gestor ou economista, passando, claro, pelos regulares opinion makers que se sentem sempre legitimados a debitar, com o mais circunspecto semblante, sobre tudo quanto possa interessar à pantalha televisiva, todos se acham competentes para versar sobre as múltiplas facetas da temática judiciária, com o ar magistral de quem sempre mergulhou no estudo aprofundado de tais assuntos.

É interessante observar a paleta de soluções alvitradas quase sempre com incrível ligeireza, sobre a estrutura e o modelo de controle da constitucionalidade das leis, o estatuto profissional dos magistrados, o acesso aos tribunais superiores, as insuficiências da nossa advocacia, a formação dos juízes e tudo o mais que vier à discussão.

Bom seria que aqueles que se sentem impulsionados a discorrer sobre esta temática se inteirassem antes, junto de quem lavra no terreno judicial, sobre os autênticos problemas da Justiça, com o que certamente ganhariam aqueles que ainda os ouvem e lêem.

Álvaro Rodrigues, Juiz Conselheiro | Correio da Manhã | 21-12-2013

Comentários (0)


Exibir/Esconder comentários

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

A crise trouxe dúvidas novas sobre a situação do país e a actuação dos políticos. As televisões portuguesas responderam ...

Com o termo do ano de 2013, cessaram as publicações de conteúdos nesta Revista Digital de 2013.Para aceder aos conteúdos...


Isabel Moreira - Ouvindo e lendo as epifanias sobre o Tribunal Constitucional (TC) que descobriram ali um órgão de sober...

Últimos comentários

Tradução automática

Opinião Artigos de Opinião Justiça e Opinião Pública

© InVerbis | 2013 | ISSN 2182-3138.

Arquivos

Sítios do Portal Verbo Jurídico