In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2012

Painéis fizeram aumentar preços

  • PDF

O objectivo era dar aos condutores que circulam nas auto-estradas a possibilidade de optarem por abastecer o carro no posto com o combustível mais barato, mas a introdução de painéis comparativos de preços acabou por encarecer ainda mais a gasolina e o gasóleo, revelou ontem a Autoridade da Concorrência (AdC).

"A introdução dos painéis comparativos poderá ter resultado num ligeiro aumento médio dos preços do gasóleo e da gasolina 95 de 0,8 cêntimos/litro e 1,1 cêntimos/litro, respectivamente, relativamente ao nível de preços que se poderiam esperar na ausência desses painéis", lê-se nas conclusões da primeira análise ao impacto da obrigatoriedade de instalação destes painéis, divulgado ontem pela instituição liderada por Manuel Sebastião.

Segundo o documento, a maior transparência de preços provocou também "uma redução substancial do número de preços distintos existentes em cada auto-estrada para cada um dos combustíveis", uma situação "mais saliente no caso da gasolina do que no caso do gasóleorodoviário".

"Enquanto a estrutura de mercado existente for caracterizada pela presença de operadores com o mesmo modelo de negócio, o efeito útil dos painéis comparativos será menor", conclui o relatório que sublinha que a obrigatoriedade destes painéis "não alterou de forma relevante a rapidez de ajustamento de preços entre operadores nas auto--estradas nacionais".

A redução na diversidade de preços verificou-se "de forma mais intensa nas auto-estradas com uma estrutura de mercado menos concentrada e onde, simultaneamente, a procura é maior", acrescenta.

A análise da AdC incidiu sobre os dois combustíveis mais vendidos em Portugal – a gasolina 95 e o gasóleo – e abrangeu a totalidade dos 128 postos existentes nas 22 auto-estradas de Portugal Continental.

PETROLÍFERAS MULTADAS FORAM PARA TRIBUNAL

As petrolíferas não cumpriram o prazo da colocação dos painéis com os preços dos combustíveis nas auto-estradas tendo por isso, tal como o CM noticiou, sido multadas pelo Instituto de Infra-Estruturas Rodoviárias (INIR). No entanto, e apesar dos atrasos de mais de seis meses terem sido visíveis, todas decidiram contestar as multas e recorrer a tribunal, não tendo efectuado qualquer pagamento. As empresas nunca se manifestaram satisfeitas com esta medida.

Sandra Rodrigues dos Santos com Lusa | Correio da Manhã | 26-07.-2012

Comentários (3)


Exibir/Esconder comentários
...
Ou seja, a publicidade facilitou a tarefa às gasolineiras de modo a terem o preço acertado pelo valor mais alto.
Ai Ai , 26 Julho 2012
...
Duas conclusões: significa isto que, ao contrário do que a Autoridade da Concorrência (AdC) sempre tem dito, na sequência, aliás, de estudos aturadíssimos, que afinal sempre há cartelização e que, por consequência, o melhor é extinguir a própria Autoridade da Concorrência (AdC) pois que só serve para gastar dinheiro. E muito.


Jesse James , 28 Julho 2012
...
Mesmo que a notícia seja verdadeira -tenho sérias dúvidas-, gostava de saber quantos cêntimos é que as gasolineiras cobram a mais para conseguirem lucros tão obscenos. Face ao ano passado, a GALP aumentou os lucros em 56,7%.
Franclim Sénior , 28 Julho 2012

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

A estrutura da InVerbis está organizada por anos e classificada nos correspondentes directórios.Os conteúdos publicado...

O Estado assumiu, através da empresa pública Parvalorem, a dívida de quase 10 milhões de euros de duas empresas de Vítor...

Dos 118 homicídios cometidos em 2012, 63 tiveram familiares como protagonistas • Cinco pais e 18 padrastos detidos por a...

Pedro Lomba - Na primeira metade do ano o ajustamento negociado com a troika correu dentro do normal e expectável. Mas d...

Últimos comentários

Tradução automática

Atualidade Direito e Sociedade Painéis fizeram aumentar preços

© InVerbis | 2012 | ISSN 2182-3138 

Sítios do Portal Verbo Jurídico