In Verbis


icon-doc
REVISTA DE 2012

OA sobe para o dobro o valor da quota dos reformados

  • PDF

Aposentados pagam mais e os restantes arriscam ficar sem cédula profissional se acumularem atrasos superiores a três meses.

Confrontada com sérias dificuldades financeiras, a Ordem dos Advogados (OA) aprovou uma norma que sobe para o dobro o valor da quota mensal que recebe dos advogados reformados que exerçam. Aos demais ameaça retirar-lhes a cédula profissional se, chegados a outubro, tiverem mais de três mensalidades em atraso. Os advogados reformados com autorização para exercer estão a pagar uma quota de 18,75 euros. Mas, a partir de 1 de janeiro, passarão a despender 37,50, ou seja, tanto quanto os outros advogados. Estas alterações foram aprovada pelo Conselho Geral da Ordem dos Advogados (CGOA) a 11 de maio e surgem justificadas pela "redução significativa das receitas do CGOA, mormente a redução para cinco (por mil) das quantias cobradas a título de taxa de justiça em processo cíveis" que revertiam para a Ordem, lê-se na deliberação a que o DN teve acesso.

Marinho e Pinto, em declarações ao DN, considera a medida justa, salientando que, exercendo ainda a atividade, não custará muito pagarem 37,50 por mês. A medida irá abranger menos de mil advogados reformados, estando entre estes nomes sonantes, como os de José Miguel Júdice, fundador de uma das mais poderosas sociedades de advogados, a LPMJ; Rodrigo Santiago, um dos mais caros causídicos de Coimbra; Artur Marques, que defende Manuel Godinho, principal arguido do caso "Face Oculta"; e também Celso Cruzeiro, que defendeu o deputado Paulo Pedroso no caso Casa Pia.

Ao contrário dos reformados, os profissionais no ativo escapam ao aumento das quotas. Mas é-lhes dirigido um ultimato: ficam a saber que "não será renovada a validade das cédulas profissionais a todos quantos tenham mais de três quotas em atraso à data de 1 de outubro de 2012″.

Mais: quem nesta data mantiver mais de três quotas em atraso pode ficar também com o seu certificado digital suspenso por três meses. Se a irregularidade persistir no final deste período, o certificado será revogado e o advogado deixará de poder usar as novas tecnologias de informação para se relacionar com organismos oficiais, nomeadamente com os tribunais.

Diário de Notícias | 24-06-2012

Comentários (11)


Exibir/Esconder comentários
...
Treta. Não sei porque se tem que pagar para trabalhar. Extinga-se pf. a OA.
Ccv , 24 Junho 2012
...
Pois claro! E neste entretanto, o jornaleiro bolsa, embolsa 6000/mês, embolsará 40000 quando se lhe acabar o tacho e passeia e come à borla...

CONTUDO, continua a ser o "Messias" da esmagadora maioria dosadvogados deste país (apesar dos muitos "opositores" e "críticos" que por aqui postam...)
Zeka Bumba , 24 Junho 2012
...
Aguas de Portugal faz mega contrato com sociedade de advogados...vergonhoso!
Cristina Silva , 25 Junho 2012
...
Os únicos advogados que vão proliferar serão os das sociedades de advogados...Tb já soube do mega contrato com as águas de portugal e a sérvulo e associados. Pensemos as águas de Portugal n iam ser privatizadas? Esta mesma sociedade continua a trabalhar com avença com a RTP....digamos a RTP n ia ser privatizada?
Atenas , 25 Junho 2012
Onde é que está a fotografia do Sr. Cerveira?
Obrigada pelas fotos que foram devolvidas.smilies/wink.gif
Deputada do Parlamento Universal. , 25 Junho 2012 | url
...
Nada a apontar a esta decisão. Aliás, só peca por tardia.

Há anos que já devia ser assim.
Vila Real , 25 Junho 2012
Escondidos atrás de uma Vanessinha e de um Antóniozinho Garcia?
Escondidos atrás de um António Garcia unido de facto com Vanessinha?!
Ou será que é a Vanessinha e o seu pequeno grande Antóniozinho?
Ouserá que é a amiga da Vanessinha - a Claudinha?
Valerá a pena especular? Depende.
Deputada do Parlamento Universal. , 25 Junho 2012 | url
...
já acabou a "mama" quanto ás custas? espero que sim.
anton , 25 Junho 2012
...
Lamenta-se que tenha tido de haver uma redução substancial das receitas da OA para que alguém se lembrasse de atenuar uma injustiça com muitos anos.

Já agora, qual é o critério para a concessão de uma licença especial para advogar a advogados reformados? Necessidade não deve ser, apesar dos nomes supracitados terem de trabalhar para "subsistir"...
Alguém , 25 Junho 2012
...
Pelo que vejo, há uns quantos que querem eliminar a concorrência toda... Nem velhos nem novos! Só para eles...
Zeka Bumba , 25 Junho 2012
Conselho aos mais jovens
Votaram no Marinho? Agora aguentem-se.

Bendito o dia em que fui à Ordem cancelar (o simpático funcionário ainda me perguntou se não queria antes suspender) a inscrição no estágio.

Jovens licenciandos, querem um conselho?

Façam como eu: ao mesmo tempo que cursei Direito, fiz, simultaneamente, outro curso. Com enormes custos psicológicos, mas fi-los. No limite das minhas forças. Mas fi-los. E o orgulho de os ter feito, ninguém m'o tira.

Façam um curso profissional, arstístico, técnico, whatever. É uma segurança para o futuro. Aquilo que me põe as batatinhas no prato não é o Direito. Em vez de sairem à noite, de estar tanto tempo no "Facebook" e noutras tretas, aproveitem o vosso tempo para aprenderem outra coisa para além do Direito. Se for preciso, façam o curso de Direito em mais tempo, como eu tive que fazer (sem nunca ter reprovado, e com média final de 15). Compensa, garanto-vos. Porque o futuro, de certo, não tem nada.

Por uma questão de compatibilização de horários, recomendo a Faculdade de Direito de Lisboa, que, graças aos seus excelentes horários lectivos, nos deixa sempre uma manhã ou uma tarde livre (ou mesmo o dia quase todo, se optarem pelo horário pós-laboral) para aprender outro ofício.

Tenho de me mostrar profundamente agradecido à FDL por ter horários que não esmagam o estudante universitário e lhe permitem dispor de tempo para empregar na aprendizagem de outras coisas. Quanto ao demais, jovens: disciplina, organização, coragem.
Gabriel Órfão Gonçalves , 26 Junho 2012

Escreva o seu comentário

reduzir | aumentar

busy

Últimos conteúdos

A estrutura da InVerbis está organizada por anos e classificada nos correspondentes directórios.Os conteúdos publicado...

O Estado assumiu, através da empresa pública Parvalorem, a dívida de quase 10 milhões de euros de duas empresas de Vítor...

Dos 118 homicídios cometidos em 2012, 63 tiveram familiares como protagonistas • Cinco pais e 18 padrastos detidos por a...

Pedro Lomba - Na primeira metade do ano o ajustamento negociado com a troika correu dentro do normal e expectável. Mas d...

Últimos comentários

Tradução automática

Forense Profissionais Liberais: Advogados OA sobe para o dobro o valor da quota dos reformados

© InVerbis | 2012 | ISSN 2182-3138 

Sítios do Portal Verbo Jurídico